Header Ads

Aline Barros entra campanha pela reeleição do político que quer fazer do Rio o ‘melhor destino gay do mundo’


Fora dos períodos eleitorais as ‘celebridades gospel’ mantém silêncio sepulcral sobre assuntos políticos cruciais de interesse das famílias e sociedade.
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, postou hoje em seu Twitter que recebeu o apoio formal à sua reeleição, da cantora Aline Barros.
-”hoje recebi a super @aline_barros com direito a declaração de voto. Muita honra em receber esse apoio”, declarou o prefeito.
Aline Barros, além de retwittar as palavras do Prefeito, ainda escreveu:
- “@eduardopaes_ que o Senhor Jesus te abençoe muuuuuitoooo prefeito!!!”
COMENTÁRIO: ( …)
A cantora Aline Barros é uma das ‘pop star‘ gospel que tem mais seguidores na rede social Twitter.
A cantora não se manifesta pelo Twitter sobre quaisquer assuntos políticos, seja sobre aborto,  ’casamento’ gay, Lei da Palmada, kit gay, adoção de crianças por ‘casais gays’, legalização da maconha, legalização da prostituição, corrupção nos poderes públicos e por aí vai, mas … chegando no período eleitoral, sai da caverna e começa a mostrar suas preferências políticas (porventura debalde?).
Não só Aline Barros, mas grande parte das ‘celebridades’ evangélicas agem assim. Basta fazer um rastreamento nos Twitter das ‘principais estrelas’, quando o debate sobre tais assuntos é acalorado nas redes sociais. O emudecimento é geral.
São omissos e, por conseguinte, complacentes com a omissão generalizada da massa que os admira.
Aline Barros tem quase 700 MIL seguidores no Twitter e mais de 400 MIL admiradores em sua página no Facebook, mas prefere omitir-se em assuntos relacionados à política (repito, até o período eleitoral).
As ‘celebridades’ não precisam entender do assunto político, seja esse ou aquele, mas só os seus pedidos para que os seguidores fiquem antenados, orem e procurem inteirar-se sobre determinadas questões, seria uma colaboração e tanto, mas … preferem a omissão e a covardia (repito, até o próximo período eleitoral).
Tem deles que chegam a dizer que ‘cada um tem seu ministério’, mas, … até o próximo período eleitoral,  quando então muitos aparecem no horário eleitoral gratuito ou em panfletos, em campanha para candidatos (candidatos preferidos? ou … ?).
Se essa gente soubesse o desserviço que faz, ao engordar a massa de alienados políticos, teria vergonha.
Destaca-se também que Aline Barros é uma das que tem ajudado a des-satanizar a Globo perante a comunidade evangélica. Para melhor entender, sugiro a leitura do artigo “A ‘bênção’ evangélica que vai fazendo a Globo impulsionar a causa gay“.
 Abaixo a foto postada pelo prefeito Eduardo Paes.
Ressalta-se que Eduardo Paes quer fazer do Rio, o maior destino gay do planeta. Já que Aline Barros não se envolve em política (até o próximo período eleitoral), será que ela sabe disto ?
 Nesta outra foto mostra Eduardo Paes e representantes da comunidade LGBT na parada gay de Copacabana:

Nenhum comentário