Header Ads

Ana Paula Valadão fala da expectativa para o 14º Congresso DT


O mês de março já esta aí e o 14º Congresso Internacional de Louvor e Adoração também.
 
De 28 a 30 de março, milhares de pessoas se reunirão para serem ministradas sobre 'Adoração, transformação', tema do congresso.
 
O site lagoinha.com fez uma entrevista com Ana Paula Valadão para saber das novidades do evento e da expectativa da líder do Diante do Trono sobre o assunto. Confira alguns trechos da entrevista:
 
 
O tema do Congresso já foi definido há algumas semanas. Há algum motivo específico para escolha? Quais são os critérios para seleção do tema?
 
Ana Paula Valadão: O nome do nosso Congresso é Louvor e Adoração. Mais do que música, vivemos nossa adoração como estilo de vida, e por isso abordamos diversos temas. Sou a responsável por orar sobre a direção do tema, palestrantes e programação. Este ano o tema vem reforçar nosso compromisso com a busca por mais de Deus em nossas vidas e o propósito que Ele tem de nos usar como agentes transformadores da nação. Nossa adoração também é uma das mais poderosas armas espirituais para a transformação do coração, de circunstâncias, e de uma nação inteira. Precisamos aprender mais sobre isso.
 
ana paula valadão
 
Na edição passada, aproximadamente doze mil pessoas estiveram presentes no Expominas e outras milhares acompanharam pela internet e televisão. Organizar uma atividade com essa proporção demanda muita responsabilidade, como você lida com tudo isso? Existe uma pressão por parte do público?
 
Ana Paula: A responsabilidade é enorme, pois as pessoas se dispõem a viajar e investir nesses dias, vindo do país todo e de diversas nações. A organização é muito complexa e agradeço a Deus pela equipe que serve ao meu lado. São muitos detalhes e estamos sempre melhorando de um ano para o outro. Mas o que me impressiona não é a pressão, mas sim a confiança que sinto do público para conosco. Mesmo antes de divulgarmos a programação milhares de pessoas fazem suas inscrições. Acredito que elas reconhecem nosso compromisso de seguir as orientações de Deus para cada edição do Congresso, e tem muita gente que não perde um! O Congresso se tornou lugar de encontro de amigos, e um renovo das “baterias espirituais”. Deus é bom e fiel e tem feito coisas maravilhosas a cada ano na vida dos congressistas.
 
Como estão as expectativas para o congresso?
 
Ana Paula: A expectativa é enorme! Iniciamos nossa consagração de 40 dias antes do Congresso, estamos constantemente em oração por aqueles dias, em jejum de delícias e muito trabalho. Temos a convicção de que Deus está nos chamando para irmos mais fundo Nele e vamos liberar as Palavras, as profecias, e as canções que Ele quer para esse tempo sobre o Seu povo. Não temos dúvidas de que serão dias marcantes, um divisor de águas, e viveremos o antes e o depois do Congresso DT 2013.
 
Haverá novidades para a atividade deste ano?
 
Ana Paula: Temos muitas surpresas que não posso compartilhar, mas já divulgamos a gravação do CD Renovo! O Senhor falou claramente comigo em Mateus 14.52 sobre o homem que tira do seu tesouro coisas novas e velhas. Temos que receber as novidades do Céu, mas Deus já compartilhou preciosidades que precisam ser revividas e renovadas. Renovo! é um projeto muito especial porque trará algumas das músicas mais queridas do DT em novos arranjos musicais. Estou maravilhada com os novos arranjos. Podemos perceber a unção se renovando nas mensagens e melodias tão preciosas que já conhecemos e que agora virão carregadas com um novo som.
 
ana paula valadãoFalar sobre esse assunto durante tantos anos leva você a qual conclusão: que a adoração no Brasil está se aproximando ou se afastando dos princípios cristãos?
 
Ana Paula: Ao mesmo tempo em que vivemos dias de grandes oportunidades, eles também são dias perigosos. É lindo vermos tantas pessoas se convertendo a Jesus, mas existe o perigo de não amadurecerem na fé e viverem o Evangelho só na superficialidade. O mesmo acontece com a adoração, que para muitos não atinge o estilo de vida, e fica restrita à música, da boca para fora, sem passar pelo coração. O crescimento do público evangélico também atrai pessoas com motivações erradas, e por isso todo o Brasil precisa voltar à essência da adoração, que é a vida diante de Deus. Tenho conhecido muitas pessoas comprometidas com uma adoração sincera e que agrada a Deus Brasil afora, mas tenho chorado pela perda do foco que corrompe a muitos.
 
Para você o que é a adoração?
 
Ana Paula: Desde que entreguei meu coração a Cristo e passei a ser morada do Seu Espírito Santo, entendo que sou um “templo ambulante”. Por onde vou e em tudo que faço, adoro a Deus. Adoro a Deus com meus pensamentos, com o secreto das intenções do meu coração. Adoro a Deus com as minhas palavras, com minhas atitudes para com as pessoas. Adoro a Deus com a minha maneira de vestir. Adoro a Deus nas minhas decisões. Adoro a Deus na administração das minhas finanças. Adoro a Deus como esposa, como mãe, filha e irmã, em todos os meus relacionamentos. Enfim, adoro a Deus com tudo o que tenho e sou. Essa consciência faz com que as canções, as danças e tudo mais que acontece em uma reunião de louvor, sejam uma expressão desta vida inteiramente consagrada para Seu louvor.

Nenhum comentário