Asaph Borba responde a algumas críticas por participar da JMJ

Nessa quarta-feira, 24 de julho, Asaph Borba ministrou o louvor na JMJ - Jornada Mundial da Juventude.


 
O evento é uma realização dos jovens da Igreja Católica e conta com a presença de pereguinos de diversos países, além da presença do Papa Francisco.
 
A participação de Borba gerou diferentes opiniões entre os evangélicos. Enquanto alguns apoiam a aproximação com os católicos, assim como com qualquer outra religião, outros criticam esse ecumenismo.
 
Hoje (26), no twitter, o ministro evangélico republicou algumas opiniões favoráveis e elogios, e respondeu algumas críticas:
 
@asaphborba Creio que não existe problema em ir a um evento da ICAR,desde que se pregue a VERDADE.E obviamente a verdade incomoda
 
“@prpaulocesarjr: Creio que não existe problema em ir a um evento da ICAR,desde que se pregue a VERDADE. Preguei e cantei a verdade abç
 
 
@asaphborba O que diz em Ezequiel 44:23? Não estamos fazendo o contrário?
 
“@ProfJoaozynho: @asaphborba O que diz em Ezequiel 44:23? Não estamos fazendo o contrário?” Não, pois  já estou no NT Mat 28:18 a 20
 
 
O sr @asaphborba não sabe e nunca soube o que é ser pastor de igreja, por isso essa irresponsabilidade com o corpo verdadeiro de Cristo.
 
“@prhernanesantos: ASAPH Ñ sabe e nunca soube o Q é ser pastor d igreja, por isso essa irresponsabilidade com o corpo  de Cristo.” MENTIRA
 
@prhernanesantos mano estou em Mt 28 :18 a 20 IDe e pregai a Toda Criatura e em Col 3:14 acima de tudo esteja o AMOR
 
 
Em um texto publicado por Asaph Borba no Facebook após sua participação na JMJ, ele diz que existe só uma Igreja.
 
"Entendo que a miopia é parcial e minoritária no povo evangélico. Mesmo que não haja uma estratégia central da Igreja para abençoar esta gente, hospedando e mostrar amor, pelo menos uma grande parte do povo de Deus já entende que Deus tem uma só Igreja neste mundo que não é nem católica nem evangélica mas é simplesmente IGREJA, a noiva de Cristo."
 
Em contrapartida, o debate sobre ecumenismo não é visto como um avanço da Igreja por alguns líderes. Para o reverendo Hernandes Dias Lopes, a fraternidade com todos os credos é um engano fatal.
 
"Obviamente, a união de todas as religiões e de todas as crenças não é um avanço, mas uma ameaça à igreja de Cristo. O que está por trás dessa tentativa de unir todas as crenças é a heresia de que toda religião é boa e todo o caminho leva a Deus. O ecumenismo, o diálogo inter-religioso e a fraternidade com todos os credos é um engano fatal. É um falso entendimento do que Jesus ensinou sobre a unidade espiritual da igreja. Não há unidade espiritual fora do evangelho de Cristo. O argumento de que Jesus acolheu publicanos e pecadores e por isso devemos receber todos os credos é uma falsa interpretação do texto bíblico. O amor não é um substituto da verdade. Todos são convidados a vir a Cristo, mas de todos é exigido arrependimento e fé."
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
0 Comentários
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }