Conheça as ex-BBBs que são evangélicas hoje


O programa Big Brother Brasil, ou simplesmente BBB, possivelmente é o que mais divide opiniões no país. Exibido há 14 anos pela TV Globo, coloca milhões de pessoas na frente da tela para acompanhar um grupo no chamado confinamento por várias semanas.
Enquanto isso, outros milhões mudam de canal ou o criticam nas redes sociais. Seja como for, sempre é notícia. Quando os “brothers” e “sisters” são anunciados, a mídia imediatamente começa a investigar suas vidas. Tornam-se subcelebridades instantâneas.
Após deixarem o programa, muitos ainda passam anos usando a alcunha de “ex-BBB”. Eventualmente alguns deles se torna famoso em outra área, seja posando para a Playboy (várias), seguindo carreira como artista (Grazi Massafera) ou envolvido na política (Jean Wyllys). Mas a verdade é que da maioria deles ninguém se lembra mais.
Um dos aspectos que acaba chamando atenção é a religião dos participantes. Algumas dessas ex-BBBs se apresentaram como evangélicas dentro do programa. Outras viraram notícia anos depois por terem se convertido. Até o momento só mulheres, não se conhece algum evangélico que tenha participado.
A ex-evangélica
Tem sido assim desde a primeira edição. No BBB 1, a sister Cris gerou polêmica ao aparecer fumando e bebendo no programa, mesmo se dizendo evangélica. Após ser eliminada, anunciou que seguiria carreira como cantora de funk.
Ela conta que a reação das igrejas abalou sua fé. “Era evangélica mesmo, mas longe de usar saião e cabelo comprido.
Adorei a cultura evangélica, o que o pastor pregava, me encantei com isso. Dentro do programa fumava, bebia nas festas e quando saí, algumas igrejas deram depoimentos dizendo que eu deveria ser expulsa. Discriminação não é uma coisa que venha de Deus, então comecei a perder o encanto”. Desviada, Cris hoje trabalha com publicidade e afirma ser espírita kardecista.
Conversão pós-confinamento
Considerada a edição que teve impacto mais duradouro, por ter “revelado” Grazi e ter sido vencida pelo homossexual Jean Wyllis, o BBB 5 contava ainda com a participação de Natália Nara. Formada em Artes Cênicas, fez participações em “Malhação”. Mas desistiu da vida de artista desde que se converteu em 2007. Vivendo no anonimato, em São Paulo, ela está terminando a faculdade de Jornalismo. Natália Prada (seu nome de casada) não quer mais falar sobre sua vida anterior.
A atriz e fisioterapeuta Inês Carolina teve uma breve participação no BBB6. Ficou conhecida por ter vivido um romance no programa com o ex-monge Gustavo. Depois de ficar sumida da mídia, voltou a ser notícia em 2011, quando sobreviveu milagrosamente após seu carro ser atingido por uma rocha de 600 toneladas na autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, no Rio. Por causa do namorado Valter Júnior, converteu-se. Na época do seu casamento, afirmou: “Conheci a igreja através do Júnior e o mais importante para a gente é assumir mesmo esse compromisso perante Deus. Nem tanto a festa e nem o que vai acontecer, mas sim essa responsabilidade que temos com a nossa fé”.
Quem também está envolvida no ministério é Bruna Tavares. Em 2007 ela ficou em terceiro lugar na final do Big Brother Brasil 7. Foi capa de revistas e fez muito sucesso ao lado do namorado que conheceu no programa: Alberto Cowboy.
No ano seguinte, ela terminou o relacionamento e mudou de vida. “Eu já frequentava igreja antes de entrar no programa, mas depois que saí foi que percebi que nada daquilo preenchia o vazio que eu tinha dentro de mim. Foi aí que eu resolvi aceitar o chamado de Deus”, conta
Mesmo deixando tudo para trás, Bruna diz que não se arrepende de ter participado do programa. “Já passei da fase de me arrepender de ter participado do ‘BBB’. O arrependimento é você se converter, como eu fiz. Hoje, só me arrependo de não ter conhecido Deus bem antes na minha vida”.
Formada em teologia, e ligada à Igreja Batista, hoje dedica-se à pregação do evangelho em Astolfo Dutra, no interior de Minas Gerais.
Vice-campeã do BBB 10, a dentista Fernanda mora em São José dos Campos, no interior de São Paulo. Ela saiu do programa com um apartamento de 220 mil reais e 150 mil em prêmios. Montou um consultório novo e retomou sua vida antes da fama. Afirma que por muito tempo ainda recebeu pedidos de fotos e autógrafos. Mas sua rotina revela seu compromisso com Deus. “Todo dia de manhã tento ler o ‘Pão Diário’ (livro devocional)”, que deixa na cabeceira da cama, ao lado de uma Bíblia. “Sou cristã, na verdade. Estou frequentando uma igreja batista agora, desde outubro [de 2009]”, explicou em entrevista após sair do programa.
Vencedora do BBB11, Maria Melilo começou uma carreira na Globo em 2012, participando do extinto humorístico Casseta e Planeta. Também fez participações em novelas. Mas tudo mudou com a descoberta de um câncer no fígado, causado pelo uso contínuo de anabolizantes. Fez uma cirurgia muito delicada, onde retirou 70% do órgão.
Na época, Maria contou como foi sua conversão em meio a luta contra a doença. “Foi maravilhoso. Deus me trouxe a paz e a força necessárias para vencer”. Segundo a mãe, Alícia Melilo, Maria “se converteu ano passado [2012], batizada nas águas de Jesus Cristo. A fé cura e Maria sabe que foi curada”.
Participante da mesma edição, Janaína recebeu muitas críticas após sua saída do BBB11. Ela deu entrevistas onde afirmou que acreditava em “vidas passadas” e que desejava posar nua para alguma revista. O convite não veio e ela só voltou a ser notícia um ano depois, com uma barriga de sete meses de gravidez. Hoje tem um filho e uma filha e trabalha como personal trainer. Nas redes sociais ela publica com frequência mensagens falando sobre Deus e Jesus.
Participantes evangélicas
Na 12ª edição do Big Brother, o material de divulgação da Globo dava conta que havia duas evangélicas participando: Kelly Medeiros e Jakeline Leal. Posteriormente, descobriu-se que seriam três: Fabiana, Jakeline e Kelly. Elas costumavam se reunir no quarto e fazer orações juntas e também cantarolavam músicas gospel. Por influência delas, naquela edição todos faziam a oração do pai-nosso antes das refeições.
Enquanto Jakeline saiu logo no início, Kelly chegou a ficar entre os quatro finalistas. Mas ambas receberam críticas por suas declarações.
A mineira Kelly não falava muito sobre sua fé, mas uma de suas melhores amigas afirmou em entrevista na época “Ela é bem ligada a Deus. É evangélica e frequenta os cultos na Igreja”. Ao sair do programa disse que estava estudando propostas para posar nua, algo que irritou muitos evangélicos.
Jakeline agradeceu a Deus no Facebook logo que foi chamada para participar do BBB 12. “Feliz para burro. Deus seja louvado”, publicou a jovem, Em seu perfil ela dizia se inspirar em Jesus Cristo.
Contudo, em 2013 ela deu uma entrevista ao site Vertical Gospel, desmentindo que fosse evangélica.
No ano passado, o BBB 13 teve como vencedora Fernanda Keulla. Ela anunciou que iria fazer um culto de ação de graças pela vitória na casa de sua família, no interior de Minas Gerais. Questionada sobre sua fé, afirmou de maneira enigmática: “Sou quase evangélica”, explicando que ouvia muitas pregações e músicas de cantores como Aline Barros e Thalles Roberto.
Embora tenham surgido boatos de que haveria um ex-pastor entre os participantes deste ano, isso não foi confirmado. O fato é que, seja durante ou depois do programa, muitos participantes acabam sendo notícia por causa de sua fé.
Ao longo desses 14 anos de programa, muitos pastores e líderes chegaram a pedir que os cristãos sérios boicotassem o programa. Em 2012, Helena Tannure, líder de intercessão do Ministério Diante do Trono criticou os evangélicos que assistem ao programa: “o BBB é o esgoto de satanás derramado nas casas das pessoas. Tem gente que almoça com Deus, mas toma um cafezinho com diabo. Não perde um Big Brother”. Desce do muro! Isto me ira. Perdoe-me, mas isto me ira!”.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Clique aqui para comentários
Anônimo
admin
13 de janeiro de 2014 23:16 ×

A Líder Está Certa!

Parabéns Anônimo.
Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }