Review: CD No Olho do Furacão - Lauriete

Por Herick Marques Diener
Ela voltou! Pode não ter sido uma volta tão triunfal assim, mas é fato que quando foi divulgado que o novo CD da cantora Lauriete, ‘No Olho do Furacão’, tinha chegado às lojas de surpresa, não se ouvia falar de outra coisa nos sites de música evangélica, em páginas e grupos do ramo nas redes sociais. O primeiro single divulgado pela gravadora, a Visão Music, foi ‘Igual Não Há’, que já estava rodando a internet através de um vídeo da cantora interpretando a canção numa igreja. Digamos que a partir daí a expectativa foi imensa, uma vez que a música tinha o que a cantora precisava para superar o fracasso que foi, em todos os sentidos, seu último disco ‘É Preciso Crer’.

A capa não é das melhores, inclusive talvez seja a pior capa do ministério da cantora desde que seus encartes começaram a ser produzidos pela Digital Design, que fazia um trabalho excelente, porém, com a morte de Sérgio Menezes, a cantora começou a fazer seus encartes com a Millenium, o que resultou numa 
queda drástica no quesito qualidade, mas dessa vez foi até demais. E para a minha surpresa, a criação do projeto gráfico foi da própria Lauriete!

                            
Outro ponto é a produção do disco feita pelo maestro Samuel Ribeiro, que no trabalho anterior já não havia se saído  muito bem, o que resultou em chuvas de emails por parte de admiradores da cantora que pediam a troca imediata do maestro. Mas, como a produção do Samuel Ribeiro faz parte do contrato, o jeito foi chamar Sérgio Assunção e Tadeu Chuff para lhe ajudar com os arranjos. De fato, isso fez uma diferença enorme, mas ainda não chegou ao nível que Lauriete atingiu quando ainda produzia com Jairinho Manhães ou com o mais indicado para produzir o disco, Melk Carvalhedo.  

Abrimos o álbum com ‘Igual Não Há’, composição de Anderson Freire, que sabe muito bem escrever uma canção com a promessa de fazer sucesso nas igrejas. Os arranjos não são tão fortes como deveriam ser numa canção tão boa como essa, mas já vale pela letra, na qual é mostrado que temos um Deus vivo que se manifesta a nós, ao contrário de outros que são  intitulados como ‘deuses’ mas nada podem fazer. 
Já vejo a música fazendo sucesso nos conjuntos das igrejas pelo Brasil. 
                                   
A faixa título dá  continuidade ao CD, e ela traz uma letra bem forte, nos  questionando acerca  da nossa adoração  quando Deus fica em silêncio em meio à  provas e lutas. O refrão é o maior destaque da canção: "Quero ver adorar no olho do furacão, quero ver adorar no vale, na prisão"... Você vai sair cantarolando esse trecho depois de ouvir! Ela foi composta por um autor que não é conhecido por mim ainda, mas já merece parabéns.

A terceira faixa do disco seria ótima se a produção fosse à  altura de sua letra. ‘Mergulha’ pode ter um grande reconhecimento nas igrejas, porque realmente é boa e a incrementação do trecho de ‘Eu Navegarei’ a deixou melhor ainda! Mas não há como negar que a produção da faixa e o backing vocal não ficaram bons. Composta por mais um autor que eu desconheço, Sivaldo Almeida, a faixa merece destaque por sua letra, sem dúvidas! 

Eis que surge ‘O Grande Dia’ e Lauriete prova, mais uma vez, que sabe fazer as melhores canções sobre a volta de Jesus. Junior Maciel e Josias escreveram uma canção que tem tudo para fazer sucesso nas igrejas (Está ficando clichê, eu sei, mas esse disco está realmente ótimo para conjuntos e para quem gosta de cantar na igreja!). Dessa vez a produção ficou ótima e somada à  excelente letra, temos aqui uma das melhores faixas do CD, ou por que não, a melhor?!

Em um estilo mais country, ‘O Dono do Universo’ é a música menos interessante do disco, até o momento. Tem até uma letra bonita e deve agradar algumas pessoas que curtem as canções mais reflexivas e sem gritos da cantora.  

Mais uma das canções do disco que merecem destaque, ‘Fiel Até o Fim’ tem uma letra ótima que fala sobre manter nossa fidelidade a Deus nos dias atuais, citando exemplos bíblicos. A produção da faixa quase ficou boa... Haha... Mas, essa bateria que parece que não foi mixada não pode passar despercebida! O estilo dessa música é um dos que a cantora sabe fazer de melhor. 
                                             
Difícil uma música mais lenta me agradar, mas essa aqui está linda demais!!! ‘Casa de Amor’ é mais uma composição do Anderson Freire, que sabe compor canções desse estilo muito bem, como todos já sabem. A música fala a respeito de Maqui, que abrigou em sua casa em Lobedar, Mefibosete, que durante a fuga de um ataque a sua casa, caiu e se tornou aleijado. Não há muito o que falar dessa faixa, mas ela é uma das que vale a pena ouvir dentre  todas do álbum. 

‘Meu Herói’ é a faixa já conhecida que Lauriete lançou alguns meses atrás, em homenagem ao seu pai, Seu Joaquim, o maior incentivador do seu ministério, como conta a cantora em vários testemunhos. A faixa apresenta novos arranjos, ganhando uma pegada mais country. 

‘Ressuscitou’ é a estreia do compositor Eduardo Schenatto nos álbuns da cantora. Poderia listar a canção como apenas mais uma sobre a ressurreição de Jesus, mas sua letra excelente não lhe deixa ser somente mais uma música e, sim, uma ótima dica para se cantar nas igrejas (Mais uma vez, rs). O refrão da faixa é o destaque por ser bem forte, apesar da produção mais uma vez vacilar.  
                              
Mais uma música lenta e reflexiva, ‘Colo de Pai’ é a menos interessante das músicas do mesmo estilo presente no CD. Mesmo não sendo uma canção ruim, não faria falta no disco.

Essa foi a terceira vez que ‘Paulo e Silas’ é regravada! Realmente é uma música boa, mas só por ser uma regravação já perde pontos. A versão de Lauriete para a faixa merece destaque, porque, de fato, ficou boa. Os arranjos simples até que combinaram com a faixa, que pode se tornar a preferida de muita gente se  comparada às outras versões.  

Para quem sentiu saudades das músicas da cantora sobre o mover da glória de Deus sobre nossa vida! ‘Conquista’ é muito boa para ter ficado no finalzinho do disco! Essa faixa me lembrou as canções do CD ‘As Águas’ de 2009, um dos melhores trabalhos da cantora. 

Outra composição de Eduardo Schenatto, ‘Depois do Mar’ fala sobre o povo de Israel, quando  pensaram que tudo poderia estar acabado com  o mar a sua frente e Faraó atrás deles enquanto fugiam do Egito. A faixa usa a vitória do povo de Israel quando o mar se abriu para nos confortar, mostrando que nossa vitória virá depois do mar, mesmo que pareça impossível. Uma das melhores músicas, faz valer a pena ouvir o disco até aqui!
O corinho de fogo não ficou de fora, não! E mesmo que ainda de leve, ‘Quando as Lutam Vêm’ representa muito bem e fecha  o disco no estilo pentecostal! A faixa vai ganhando mais força em seu decorrer. Provavelmente o círculo de oração da minha igreja vai cantar essa música, assim como muitos pelas igrejas do pais. 

Os últimos discos de Lauriete abriram uma discussão muito interessante, sobre a importância da produção e dos arranjos num CD! Muitas vezes a letra pode ser boa, mas sua produção não é, e isso a prejudica. Ou a letra não é tão boa assim, mas seu arranjos e produção são tão bons que a faixa acaba ganhando destaque. No caso de Lauriete e desse CD prevalece o primeiro exemplo citado. A produção do disco mais uma vez foi o que penalizou o disco, que tem um repertório digno de uma das maiores cantoras pentecostais do Brasil e, também, um projeto gráfico muito simples! Porém, desejo que essas canções possam abençoar as pessoas e salvar vidas, independente de arranjos, produção e capa.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
5 Comentários

5 comentários

Clique aqui para comentários
Anônimo
admin
6 de janeiro de 2015 14:55 ×

Ótima analise!
A produção ficou a desejar mesmo!

Responder
avatar
Anônimo
admin
6 de janeiro de 2015 15:08 ×

'Outro igual não ha' ta lindaaaaaa! Eu amei!

Responder
avatar
Anônimo
admin
6 de janeiro de 2015 20:06 ×

Axei tão ruim quanto outro...
uma pena que ela n saiba reconhecer que esse samuel estragou os cds dela...

Responder
avatar
Anônimo
admin
6 de janeiro de 2015 23:57 ×

Realmente as letras estão boas .. a voz da dela esta excelente... a producao deixou a desejar... as músicas estao fracas... mas o cd esta bom. Ja da pra lembrar oa cds dela que foram sucessos...

Responder
avatar
Anônimo
admin
8 de janeiro de 2015 19:18 ×

Faz Da Eternidade!

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }