Review: CD Tem Que Ser Perfeito - Andreia Alencar


Por Herick Marques Diener 

Nos últimos anos na música pentecostal, novos nomes começaram a surgir com ótimos trabalhos e fizeram o dever de casa para quem já está no ramo há anos, mas vinha deixando a desejar em seus discos.

Andreia Alencar iniciou sua carreira com o álbum 'A Voz de Um Escolhido', sendo este suficiente para que a cantora fosse no programa do Raul Gil, e começasse a ver uma grande atenção sendo voltada para o seu ministério.

Já em seu terceiro disco, a cantora provou que tem sempre a meta de se superar a cada CD, e fez um dos trabalhos mais coesos e interessantes do ano para o gênero. 

'Tem Que Ser Perfeito' teve sua produção assinada pelo maestro Alexandre Lemes, contendo 12 faixas em seu repertório, onde a cantora investiu em novos compositores que não deixaram a desejar em nada, assim como o produtor, que também era desconhecido por mim até então. 

O projeto gráfico da obra ficou nas mãos da designer Dayane Lima, com fotos em estúdio de Gustavo Mafra. Apesar da simplicidade o encarte ficou bem coerente com o disco em um todo, e o destaque vai para a capa do trabalho. 

Um detalhe que não pode passar despercebido é que não contém o nome dos compositores no passar das lâminas. Um erro rude, já que é um descaso com quem constrói praticamente o esqueleto de um álbum. 

O CD saiu de forma independente, mas, apesar disso, começou a repercutir bastante, recebendo comentários bem positivos da parte de quem curti o estilo do mesmo. 

Vamos falar sobre cada música do álbum agora. Preparados?!



01. Ajunta os meus cacos | (Marcos Araújo)


Já posso começar dando os parabéns para o produtor que fez um trabalho muito bom na introdução e em toda a faixa, casando muito bem com a música que também não ficou atrás em nada na qualidade.
Sua letra faz alusão ao vaso nas mãos do oleiro, destacando que devemos reconhecer que precisamos do Senhor para colher nossos cacos e nos refazer, para que um dia sejamos um vaso perfeito.
"Como vaso reconheço que eu de barro, como vaso reconheço tenho um criador. Como barro reconheço as mãos do meu oleiro, é Jesus o grande oleiro, foi quem me moldou".
A sinceridade em uma letra tão simples é o que chamou atenção para a música, sendo boa opção para quem gosta de cantar nas igrejas.

02. Tem Que Ser Perfeito | (Silvio Araújo)


"Hoje só se fala em ter, só se fala em ser e onde quer chegar. Só se ouve olha conquistei, olha cheguei lá. Deus me deu isso e aquilo, é só por isso que eu vou louvar. Estão distorcendo a verdade, muito estão buscando só o bem-estar".
A música que intitula o disco já começa bem forte logo em seu primeiro verso né? rs.
Seu conteúdo lírico tem o mesmo tema da faixa anterior, porém dando mais ênfase ao fato de que nós não somos e não temos nada, e que precisamos ser moldados por Deus para sermos perfeito.
"Vaso, não tem outro jeito, para quer perfeito, tem que ser do meu jeito. Eu vou te amassar!".
Na ponte da música, após ser entoado o refrão, sua letra frisa que após a preparação do vaso Jesus quer nos usar para levar a mensagem da sua vida, sendo um dos pontos fortes da faixa.
Uma das melhores canções pentecostais do ano, ouça e não tenha dúvida.


03. O Choro de Ana | (Marcos Araújo)

Foi nessa faixa que eu percebi a importância de uma produção bem-feita em um álbum. Uma música com letra simples é somada a arranjos fortes resultando em uma canção muito boa.
Assim como seu título já deduz, se baseia na história de Ana que não poderia ter filhos, mas após Deus ouvir o seu clamor, nasce Samuel. E quem duvidou de seu milagre assistiu tudo de camarote rs.
"O choro pode durar uma noite, mas a alegria no outro dia vem. Ele não está alheio ao seu sofrimento, quem confia no Senhor grande vitória tem".
Pode aparentar ser uma música bem clichê, mas tudo ficou muito bem alinhado. Letra, produção, interpretação e até o vocal arrebentou, resultando numa faixa surpreendente.


04. Se Você Crer | (Fábio Souza)

O pop pentecostal se infiltrou mesmo no álbum de todas as cantoras do estilo, só não percebe quem não quer rs.
A quarta faixa do disco se inicia ao som de um violão, ganhando forma com o passar dos versos, até chegar em seu refrão, ponto mais forte da música.
Sua letra fala sobre mantermos a fé no que verdadeiramente cremos, fazendo alusão a vários milagres bíblicos que foram concretizados devido a fé de quem os recebeu.
Não se destaca tanto quanto as faixas anteriores a ela, mas ainda assim é uma boa canção.

05. Labaredas de Fogo | (Denise Yamamoto)

Em um álbum pentecostal que se prese não pode faltar um corinho de fogo, não é mesmo? Não tem muito o que falar dessa faixa. É bem típica das demais, tem as frases que todas as músicas do estilo tem, caindo como uma luva para os círculos de oração das igrejas do país. Então, regentes, fiquem à vontade!

06. Filho de Davi | (Daniel Sales)

Por um momento pensei que era a cantora Damares fazendo uma participação, mas me enganei rs. O timbre das duas são bem parecidos as vezes, principalmente o grave, e sei que não foi só eu que notei tamanha semelhança.
Essa faixa é mais no estilo de adoração, contrastando com a canção anterior, e mostrando que as músicas do disco estão muito bem intercaladas.
É um pedido para que Jesus nos veja, e mesmo em meio à multidão ouça o nosso clamor.



07. Jesus Voltou | (Fábio Souza)

Já estava sentindo falta de uma música sobre o arrebatamento no álbum, mas minha necessidade foi suprida com essa canção.
É uma música com uma letra bem simples e direta, sem metáforas e comparações mirabolantes (alá Agailton Silva).
Fala abertamente sobre a volta de Jesus, os fatos que aconteceram na terra, e principalmente sobre como será para os salvos no céu.
"Jesus voltou, levou a sua Igreja, a sua noiva amada, que por muitos foi humilhada, agora está na glória para ser coroada. Já está ensaiando para um grande hino celestial, eu quero cantar num lindo coral".
É boa para os departamentos e quem gosta de cantar na igreja.


08. Cadê Você Mulher | (Daniel Sales)

Nada como uma música dedicada especialmente para o time que mais adquire os álbuns do gênero pentecostal né?
Essa faixa é um corinho de fogo feito exclusivamente para as mulheres, em especial para as do círculo de oração.
Então, está aí uma ótima dica para a abertura de congressos/confraternizações das mesmas.
"Quando elas clamam a glória de Deus desce na mesma hora. Toda enfermidade, toda depressão, é da porta para fora".

09. Profetize | (Fábio Souza)

Mais uma música bem forte presente no disco, e com uma produção bem coerente com sua proposta.
Essa música fala sobre a autoridade que temos em nossas palavras, e muitas vezes deixamos de profetizar sobre as pessoas, igreja, nossa família e, principalmente, sobre quem ainda não conhece a palavra de Deus.
"Milhões estão morrendo a sua volta, você está calado sem profetizar. O que se fala é só prosperidade, sobre a cruz não querem pregar".
Tem pequenos trechos citando a história bíblica de Ezequiel e o vale de ossos secos.




10. Fenomenal | (Marcos Araújo)

Essa canção é um corinho que chega perto de um sertanejo universitário rs. Fala que o nosso Deus é e faz coisas fenomenais.
É bem animada e tem uma letra até bem construída, mas não se destaca tanto quando outras faixas do material, mas sabemos que sempre tem que ter uma música animadinha enche-linguiça kkk.

11. Você é Adorador | (João Victor e Diego)

A décima primeira faixa do disco (está chegando no fim rs) traz a mesma linha das canções do material de letras simples somadas com uma boa produção.
Sua letra fala sobre sermos adoradores que adoram a Deus em espírito e em verdade, com direto a uma pequena declamação da cantora no final da música.
No início ouvimos sobre os grandes adoradores do passado que tem suas histórias eternizadas na bíblia sagrada.

12. Dia de Vitória | (Fábio Souza)

A última canção do álbum volta com as introduções bem-feitas para a gente não esquecer que o disco foi muito bem produzido.
Seu conteúdo lírico aborda sobre o momento de vitória que chega em nossa vida, com citações da história bíblica de Davi
"Mesmo que da casa você seja o menor, Deus não faz acepção só Ele é maior".
Uma boa música deixada para encerrar o material.


Depois de tantas mudanças acrescentadas nos álbuns do meio pentecostal, quando ouvimos um disco com letras simples e bem produzidas ficamos impressionados e nos lembramos porque o estilo se tornou um dos maiores do meio gospel.

'Tem Que Ser Perfeito' é um trabalho muito coeso em suas canções, e mesmo não trazendo nomes conhecidos em sua lista de compositores as músicas foram muito selecionadas para agradar em cheio quem curte o estilo.

Esse ano está cheio de grandes lançamentos, já escolheu o seu preferido?
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
7 Comentários

7 comentários

Clique aqui para comentários
7 de maio de 2016 12:34 ×

Analise perfeita, o cd perfeito, tudo ta perfeito.. eu amei enfim.. tem quer perfeito e o cd está perfeito ! Sucesso a ela!

Responder
avatar
7 de maio de 2016 12:36 ×

Valeu mano! Pra você que foi um dos que pediram tantooo haha

Responder
avatar
7 de maio de 2016 12:38 ×

kkkkk é sim maninho.. tu é top !

Responder
avatar
7 de maio de 2016 14:53 ×

Tudo perfeito, a Andreia se supera à cada lançamento.
parabéns Herick, Obrigado por essa analise... VOCÊ É TOP.. PARABÉNS, AMEI.

Responder
avatar
7 de maio de 2016 16:55 ×

E o análise era o "Cheiro de Milagre" de Antônia Gomes.

Responder
avatar
7 de maio de 2016 18:27 ×

Quem sabe rs vou ouvir mais

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }