Header Ads


Análise: CD "Deus Não Te Rejeita" - Anderson Freire

Por Herick Marques Diener

Anderson Freire se tornou em pouquíssimo tempo um fenômeno da música gospel nacional, igualando o recorde que apenas o Diante do Trono e Aline Barros conseguiram: vender milhares de cópias logo de cara em seus primeiros discos. 
Ele chegou de mansinho, escrevendo para outros cantores músicas que acabavam sendo os maiores sucessos dos álbuns de todos eles. Até que chegou a hora de pôr sua voz em evidência, alargando as tendas ao deixar a Banda Giom, no qual fazia parte com seus irmãos, e voando alto para uma bem sucedida carreira solo.

Primeiro, veio 'Identidade', que colocou metade de seu repertório no topo das rádios do país e, depois, 'Raridade', no qual suas músicas foram cantadas por todas as igrejas, e seu ministério foi expandido para o meio secular, devido ao estrondo nacional da faixa título.

Ainda colhendo os frutos de seu último material, que já se aproxima dos 400 mil exemplares comercializados, o cantor lança, este ano, seu terceiro álbum de músicas inéditas, sob a grande expectativa de todo o público.

Intitulado como "Deus Não Te Rejeita", o disco apresenta quatorze faixas produzidas pelo próprio cantor em parceria com Adelson Freire e Stefano de Moraes, sendo o último citado também produtor de seu mais recente álbum ao vivo.

Infelizmente, as fotos externas feitas em um sítio para o encarte foram descartadas, dando lugar a fotos em estúdio, sem muitas novidades, tendo cooperação da mulher do cantor.

A distribuição será realizada pela gravadora MK Music, chegando às lojas do Brasil com a tiragem AA40.000, sendo esperado que se esgote mesmo em meio à crise de vendas que o mercado atual enfrenta.

Já sabendo que músicas boas fazem seu trabalho de repercutir por si só, a gravadora enviou às rádios como faixa de trabalho do material, uma canção satisfatória, mas não a melhor do disco, que ainda está guardada para quem comprar.

Vamos falar agora detalhadamente sobre cada faixa do álbum. Preparados?!


01. Culto do Calvário | (Anderson Freire)

As cordas gravadas em São Petersburgo, na Rússia, especialmente para o disco, ficam explícitas na bela introdução dessa faixa, que também abriu as divulgações do trabalho nas rádios do país, gerando comentários positivos de seu público e da crítica especializada. 
Com uma letra baseada na crucificação de Jesus e a propagação do evangelho, a música declara que o ato de amor na cruz foi o primeiro e permanente culto da igreja, graças a ressurreição de Cristo.

Estando de acordo com várias outras canções do cantor, sua letra é o ponto forte da música, o que já esperamos como consequência de tudo que passa pelas suas mãos. Mas tenho que dizer que o refrão não é dos melhores, não ficando em concordância com estrofes tão bem estruturadas.

Nos trechos finais da faixa ouvimos a inclusão de uma pequena parte do hino "Rude Cruz", e mesmo correndo o risco de ficar bem clichê, o fato deixou a música melhor ainda.

"Imagine uma igreja, o seu nome é calvário".


02. Deus Não Te Rejeita | (Anderson Freire)

Depois do grande sucesso em todo o país com a música título de seu último disco, já era de se esperar que o mesmo tema viesse com força nas letras do próximo trabalho do cantor. Não julgo, pois o pensamento de muita gente é repetir o que deu certo em um momento anterior, sendo isso até aceitável, mas eu apoio a tática de se superar a cada material, e surpreender o público trazendo letras e temas novos.

A música fala sobre nossa importância para Deus, que deu seu único filho para morrer em nosso lugar, e dia após dia apaga e perdoa nossos erros e, principalmente, tem um propósito para cada um de nós, independente da rejeição que sofremos por parte de outras pessoas.

"Supere a dor da rejeição, estar aqui é uma questão de tempo, é resultado, não é consequência. Você não é um fruto qualquer, a árvore é mais forte que o vento. Cristo te transforma em meio ao sofrimento".

É inegável que, aos poucos, essa canção vá ganhando as rádios e igreja, pois o cantor já conquistou seu lugar permanente no gosto popular e, a julgar pelo seu passado de faixas bem sucedidas, essa música tem seu sucesso garantido.

Em um momento da letra se deixa bem claro que Deus ama e recebe a todos da forma que vierem, mas que uma consequente transformação é feita após isso. Ou seja, a pessoa não permanece com seus erros e pecados, sendo muito importante frisar isso, e que a música tem como foco principal pessoas não evangélicas.


03. Enche o Templo | (Anderson Freire)

A terceira faixa do álbum tem seu conteúdo lírico totalmente baseado no capítulo seis de Isaías; nela ouvimos que, assim como Isaías teve que ver a morte do Rei Uzias para que pudesse ver tais dádivas, é necessário que o velho seja retirado de nossa vida para que vejamos o novo de Deus.

Citando, ainda, vários trechos da passagem, como a purificação dos lábios com o tenaz e o clamor por quem será enviado para falar sobre Sua palavra de santidade e salvação, sendo respondido pelo trecho localizado nos versos finais da música: "Eis me aqui, envia-me".

A canção traz uma sonoridade diferente das canções anteriores do cantor, se aproximando do estilo de outros artistas como, Paulo César Baruk, Fernandinho, Kleber Lucas ou Ministério Avivah.

O destaque vai para a excelente produção da faixa e o perceptível escape da área de conforto de suas canções anteriores. Já o ponto negativo vai para a voz do narrador que, ao meu ver, poderia ser substituída pela do próprio Anderson.

"E clamavam uns para os outros dizendo santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos, toda a terra está cheia da sua glória". Isaías 6:3


04. Crescimento | (Anderson Freire)

Se a música que intitula o álbum serve para levar uma mensagem de aceitação e amor para quem ainda não conhece a palavra, essa aqui serve para as almas que já foram resgatadas e seguem em processo de adaptação ao evangelho ou, também, para quem precisa de um despertamento.

A sua forte mensagem fala sobre a normalidade de sofrermos provações durante nossa vida aqui na terra, mas que não vale pôr em risco nossa vida eterna, pois assim como o céu é real, o inferno também.

"O fogo do inferno é realidade, por isso que existe a poda da verdade. Deixa doer, é pra crescer, o céu inteiro não quer te perder", diz um dos trechos marcantes da faixa.

Essa música é um xeque-mate para quem estava achando que a vida de um cristão é somente às mil maravilhas, nas quais ouvimos em diversas músicas no gênero. A verdadeira palavra do evangelho é de confronto, é menos das nossas vontades e mais do caráter de Cristo em nós, e isso não é fácil, pois somos humanos e cheios de manias, mas o resultado vai valer a pena.

"O joio Deus vai arrancar, nesse tempo o trigo vai permanecer. É melhor chorar nas mãos do Salvador e alcançar a vida eterna, aguenta firme, tudo é por amor".



05. Sonhador (feat. Nivea Soares) | (Anderson Freire)

Confesso que estava com uma grande expectativa para ouvir o resultado dessa parceria, e fui totalmente surpreendido não com somente uma das melhores faixas do disco, mas também uma das músicas mais relevantes nos repertórios dos três álbuns do cantor lançados até a data de hoje.

Em sua letra ouvimos que muitas vezes os sonhos de Deus para nossas vidas são tão grandes que não podemos contar para as pessoas, pois muitos não acreditarão. E mesmo não sendo merecedores, sua fidelidade em cumprir permanece.

"O mundo não apagou, teus sonhos dentro de mim. Como José vou esperar, meu final será feliz. A bênção de receber sonhos que nunca mereci é. Quando tudo for real vou fazer o bem até quem me fez mal".

Mesmo fugindo do que estamos acostumados a ouvir por parte de Nívea Soares, a interpretação da cantora se mostrou impecável durante toda a música, contribuindo para um dueto memorável.

Estamos diante de uma forte promessa de sucesso para as rádios e igreja nos próximos meses. É só esperar, pois a música é uma bomba esperando a hora certa para estourar.


06. Relacionamento Com Deus | (Anderson Freire)

Essa música acabou se tornando conhecida por muitos antes mesmo do lançamento do álbum, pelo fato do cantor já interpretar a canção em eventos no qual é convidado e, também, por conta de vídeos que acabaram indo para a Internet.

Nela, ouvimos sobre cultivar um relacionamento íntimo e verdadeiro com Deus, o único que pode nos restaurar por completo, até mesmo quando viemos do fim de uma relação mal sucedida. 
"Se você quebrar, Ele junta os pedaços do seu coração, cicatriza a ferida com as próprias mãos".

Pode ser considerada uma das faixas mais belas do material, mas o excesso de conteúdos semelhantes em sua letra fazem com que ela perca seu brilho.


07. Igual Não Há | (Anderson Freire, Aretuza e André Freire)

Quem estava esperando canções fortes iguais às presentes nos dois outros álbuns do cantor, como 'Canção do céu', 'Um novo endereço' ou 'A igreja vem', terá que se contentar com a regravação da já conhecida música gravada anteriormente por Lauriete, sendo uma aposta de sucesso para os conjuntos de jovens e adolescente das igrejas espalhadas por aí.

O trecho em que ocorre a repetição do título da faixa nessa nova versão, ficou no início, somada também a uma breve declamação por parte do cantor.

Sendo uma das letras mais bem escritas da música pentecostal nos últimos anos, ela fala sobre servirmos a um Deus que é soberano e inigualável.

"E Ele está aqui, tem glória dele aqui, tem cheiro dele aqui. Sua resposta é fogo sobre o altar, e tudo que é mentira está sendo consumido, deixa eu adorar".

Está é a única música do disco em que Anderson não assina a composição sozinho, dividindo com seu irmão Adelson e sua amiga Aretuza a escrita da mesma.


08. Extremo (Getsêmani do meu ser) | (Anderson Freire)

Essa canção ganhou um vídeo feito pelo próprio cantor que gerou comentários positivos resultando na inclusão da faixa no novo álbum no qual estou falando sobre para vocês.

Ela fala sobre vivermos um momento de extremidade em nossa vida, onde refletimos sobre nossas provações e dificuldades, comparando ao momento de reflexão feito por Jesus no Getsêmani antes da crucificação na cruz, onde falou com toda sinceridade de seu coração com Deus.

Não foi uma das canções do material que mais me chamaram a atenção, mas acredito que falará com muitas pessoas por seu conteúdo de quebrantamento espiritual.

"Em seguida, foi Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar". Matheus 26.36

09. Fiel | (Anderson Freire)

A nona canção do álbum apresenta em sua letra algo que eu resumo como a lei do retorno; fala sobre a nossa fidelidade para com Deus mesmo em meio as grandes batalhas que vivemos, e consequentemente a fidelidade de Deus para conosco ao cumprir com tudo que promete e não nos deixar faltar nada.

Por conter esse conteúdo lírico, pode ser usada para cantar no aniversário do seu pastor ou mesmo em seu dia comemorativo. Assim como obreiros, missionários e outras pessoas envolvidas na obra de Deus.

"Pra poder olhar pros montes tive que passar nos vales. Pra descobrir as novas fontes cavei poços como Isaque. Lá o Senhor me fez novas promessas e meus olhos vendou, se eu não olhasse só pra Ele, voltaria de onde estou".


10. Vida Simples | (Anderson Freire)

Anderson não virou um dos maiores compositores do nosso país atoa. Ele tem um talento inigualável, e esbanja bastante dele nessa música.

Tendo uma melodia que me lembrou muito a de canções de músicas country ou sertaneja, em sua letra ouvimos o cantor falar sobre a importância da criação humilde que recebeu da sua mãe durante a infância, vindo influência no fato dele manter os pés no chão até nós dias atuais.

"A dor de tomar vários tombos até conseguir sozinho caminhar. A dor de não ter um brinquedo quando os meus pais não podiam comprar. E foi assim que conheci a felicidade num papel. Fizeram pra mim um barquinho, um aviãozinho, já fui marinheiro, já voei o céu".

A história do cantor é um grande exemplo de que a humildade precede a honra.


11. Força Jovem | (Anderson Freire)

Essa música foi direcionada principalmente para a mocidade, que compõe grande parte dos membros das igrejas e, por isso, deve entrar no repertório de vários departamentos de jovens e ser a música central de congressos e confraternizações.

É impossível não comparar essa faixa ao sucesso "Efésios 6" do álbum anterior que deu muito certo nas igrejas e ganhou uma canção semelhante no novo disco do cantor.

Sua letra é uma mensagem especialmente para a juventude que tem sido usada para fazer a obra de Deus, destacando que Ele não faz acepção de pessoa, em relação à sua idade, quando quer usar alguém. Em alguns trechos contém citações de histórias bíblicas de personagens como Davi e Samuel.

"Deus não escolhe a idade pra usar pessoas, mas alguns rejeitam Samuel. A geração de aparência é a de Saul, rejeitado pelo céu".

Apresenta também momentos de 'perguntas e respostas' entre o cantor e o vocal, que está bastante presente em toda a canção.

Uma das melhores do álbum, e que você vai querer ouvir mais vezes após a primeira.


12. Tudo é Vaidade | (Anderson Freire)

Pelo título dessa faixa, bastante gente ficou curiosa para ouvir a música, já esperando uma letra sincera baseada, principalmente, em certa passagem bíblica que encontramos em Eclesiastes.

"Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade de vaidades, tudo é vaidade". Eclesiastes 1.2

Acompanhado apenas de um simples violão, o cantor fala sobre a inutilidade das coisas terrenas que conquistamos durante a vida, coisas estas que por maior que foram aos olhos dos homens, não irão para o céu junto conosco ou mesmo nos levam para lá.

Em seu decorrer, a canção ganha mais instrumentos em sua produção, ficando mais encorpada e resultando em uma das mais belas do disco.

"A porta é estreita, o gigante da soberba não pode passar. Que eu seja resumido em medidas de humildade pra poder chegar. No topo de tudo o meu tudo é Jesus".


13. Paz Na Guerra | (Anderson Freire)

Apresentando uma semelhança absurda com a faixa anterior por ser basicamente constituída por voz e violão, essa faixa é direcionada para as famílias, onde ouvimos sobre a importância de uma casa onde seus líderes dependem de Deus para que ela seja edificada.

Uma produção bem simples acompanhada de uma letra sincera e bem escrita. Contendo em seus versos finais a participação especial do filho do cantor e de outras crianças.


14. Dono da Seara | (Anderson Freire)

Uma das épocas mais obscuras virá o cenário da mais bela história de amor da Bíblia, a de Boaz e Rute, que serviu de comparação para essa música ao falar sobre o dia em que a igreja vai ser encontrar com o seu noivo, Jesus.

Essa música muito bem trabalhada em sua letra foi contemplada com uma presença forte do vocal durante toda a faixa, deixando ela melhor ainda, e arrisco dizer que não teria tanto brilho se o mesmo não estivesse presente.

É uma visão bem interessante de cantar sobre o arrebatamento da igreja, deixando de lado as tragédias e dando ênfase ao grande momento de amor e comunhão que será.

Os corais das igrejas só não vão cantar essa música se não quiserem, pois cairá como uma luva. Fechou com chave de ouro mesmo.

-O dono da seara é meu
-Sou o dono da seara, sou teu



A expectativa em torno desse CD era grande para que mais uma vez o cantor nos surpreendesse com suas canções. Mas quem esperou músicas fortes para as igrejas como "Canção do Céu", "Um Novo Endereço" ou "A Igreja Vem" vai se decepcionar bastante e ter que se contentar com um grande excesso de faixas simples, com letras reflexivas e a presença de uma produção não muito forte, mas que de uma forma ou outra era o que a própria canção em si pedia.

Algumas músicas são excelentes e só perderam seu brilho por vir em sequência, o que torno o disco bastante cansativo para se ouvir até o final.

Mas uma coisa está mais certa do que os pequenos erros presentes no álbum; ele será mais um sucesso.

18 comentários:

  1. AS MELHORES SÃO CULTO DO CALVARIO, ENCHE O TEMPLO, SONHADOR E PAZ NA GUERRA!! GOSTEI MUITO

    ResponderExcluir
  2. Ótima análise, meu mano sempre de parabéns! A canção que mais gostei é a regravação Igual não há... maus está muito bom o álbum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por sua fidelidade em ler minhas análises mano!

      Excluir
  3. E o análise de Amanda Ferrari - Bastidores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai sair! Essa semana, fica ligado aí haha :-bd

      Excluir
    2. Sim, eu já tenho! Mas é uma análise de cada vez kk

      Excluir
  4. Impressionado com sua análise, cada detalhe, ficou ótima!
    As canções que mais gostei foram "Deus não te rejeita, Igual não há, fiel, Relacionamento com Deus e Extremo"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei feliz pelo seu comentário! Obrigado Jonathan. :)

      Excluir
  5. analise perfeita! mano vc é 10 !mais o cd ta fraco sem as introduções pentecostais, mais vale a pena ouvi, sucesso a ele.. e esse cd provou q ele é exelente compositor! Melhores: Deus ñ te rejeitará, sonhador, crescimento. eu quero a analise do cd da Amanda Ferrari <3

    ResponderExcluir
  6. Bela analise... O CD todo me surpreendeu positivamente, Olha q nem estava espeando tanto assim .Vai cair no gosto popular e vai ser sucesso sem duvidas. Praticamente gostei de todas, Gosto da forma q Anderson escreve, letra simples coisas bem humanas, mas com baseamento bíblico e ele sabe construir isso muito bem. Acho q o CD tem musicas Fortess sim, impossível nao falar de IGUAL NÃO HA, que desse fez teve um produção a sua altura, impecável uma das melhores do Disco... Méritos todos ao Anderson Freire por Montar mais um Repertorio Maravilhoso questão de tempo Sera um grande Sucessooo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não considerei muito 'Igual não há' por ser regravação, mas deve repercutir sim! :-d

      Excluir
  7. Sinceramente o CD está decepcionante, estávamos acostumados com suas músicas lindas e com letras fortes, e ele do nada muda seu estilo trazendo esse CD que têm no máximo umas três ou quatro músicas que dá pra ouvir, as outras são muito chatinhas, tem que ter paciência pra escutar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também senti uma diferença enorme, praticamente não tem músicas fortes porque ele investiu bastante em canções de letras reflexivas. Uma pena 😢

      Excluir
  8. amei a análise não mudaria nada da sua avaliação. senti falta de algo mais pentencostal, mas amei o cd

    ResponderExcluir