Review: CD "Providência" - Eliã Oliveira



Se existe uma coisa que não está em falta em nosso país é, sem dúvidas, cantores evangélicos. E essa grande quantidade faz com que muitas das vezes um determinado artista tenha grande reconhecimento em determinada área, enquanto em outros locais tão pouco ouviram falar de seu novo.

Até poucos anos atrás era isso que acontecia com a cantora Eliã Oliveira que, mesmo antes de explodir em todo o Brasil com o disco 'Trajetória de Um Fiel', já tinha vários outros sucessos no Nordeste e, inclusive, um DVD em comemoração aos vinte e cinco anos de seu ministério.

A cantora, em seu grande momento, fez uma parceria de ouro com a gravadora Patmos Music, lançando por lá álbuns que reforçaram seu nome como um dos maiores do meio pentecostal. Mais tarde acabou deixando a empresa e assinando contrato com a Bereia Music por onde lança esse ano seu terceiro trabalho distribuído pela gravadora.

O álbum 'Providência', assim como grande parte de seus materiais, foi lançado no congresso de mulheres que ocorre anualmente em sua igreja em Pernambuco, onde a cantora já garante várias cópias do disco comercializadas.

A produção veio assinada pelo maestro Kleyton Martins que também tem suas mãos em outros trabalhos de sucesso da cantora. Então, em time que se está ganhando não se pode mexer.

A divulgação do álbum veio como um relâmpago; em um dia foi divulgado a capa do material, no outro a música de trabalho, mais tarde o preview das canções e então o CD chegou às lojas.

Trazendo 11 faixas que são assinadas pelos compositores que já são conhecidos nos discos da cantora, o repertório apresenta canções fundamentadas na bíblia sagrada, o que lhe proporcionou muito reconhecimento nas igrejas de todo o país, então quem já conhece a cantora sabe que não vai ouvir outra coisa a não ser a palavra de Deus.

O projeto gráfico veio como grande parte dos trabalhos da cantora, prezando a simplicidade e elegância, com fotos em estúdio em um fundo cinza e outras no branco.

Vamos falar sobre cada canção do álbum agora. Preparados?!


01. Providência | Abrimos o disco com a música que intitula o material e que também serviu como faixa de trabalho do mesmo, recebendo diversos comentários positivos por parte do público.
Seu conteúdo lírico nos fala sobre Deus ter sempre a provisão para nós, se baseando na história bíblica de Ismael e Agar no deserto, onde acharam que iriam morrer, mas foram surpreendidos pela mão do Senhor.
A qualidade da faixa faz se saber porque a cantora tem seu espaço garantido nos círculos de oração das igrejas.
Para iniciar a divulgação do disco foi lançado um videoclipe para essa canção, e você pode assistir clicando aqui.
"Eu tenho água, eu tenho pão, eu tenho graça, eu tenho salvação. Eu tenho vida, tenho surpresa, eu tenho providência hoje aqui pra minha igreja".
Composição de Cláudio Acalias, da dupla Canção e Louvor, que já escreveu sucessos da própria cantora e de outros cantores.



02. O Arrebatamento | Aquela longa introdução que as músicas sobre a volta de Jesus contêm está presente aqui, e o vocal também faz uma boa participação no trecho inicial da canção.
A música fala sobre os acontecimentos que antecedem a vinda de Cristo, e que infelizmente estamos vivendo atualmente em nossos dias como a crise e a violência.
O trecho "Interrompendo a programação para noticiar que misteriosamente está sumindo muita gente, e o impressionante é que está gente era crente" é uma das melhores estrofes da música, que conta também com declamações.
Não é uma das canções do tema de maior destaque da carreira da cantora como "Santidade" ou "Arrebatamento", mas se sobressai entre as faixas do álbum.


03. A Presença de Deus | Eliã faz parte de um seleto grupo de cantoras que não mudam seu estilo mesmo com as mudanças constantes que a música pentecostal e em geral sofre. E talvez por isso seu público seja tão fiel.
Essa música lembra bastante as canções mais antigas do ministério da cantora, e se baseia sobre a importância de Deus em nossas vidas, destacando a história bíblica de Jó, que mesmo sofrendo não abriu mão de se manter fiel e ter sua presença.
Os admiradores da cantora conquistados nessas mais de três décadas de ministérios vão simpatizar com essa faixa.
A composição é de Jonathan Paes, que vem aparecendo em outros álbuns desse ano como no de Talita França e Júnior Ricardo.


04. Fora do Padrão | Já sendo uma das canções do álbum mais elogiadas de todo o trabalho nas redes sociais, é outra faixa do disco que traz um mensagem bem forte.
Essa música fala sobre a igreja não seguir os padrões que o mundo tem imposto para as pessoas, principalmente nos dias atuais com tantas ideologias, não se importando com crises ou comentários maldosos, pois nosso foco é o céu.
"Sou fora do padrão, mas sou o crente mais feliz dessa nação. Estou aqui na terra, mas é por pouco tempo, o céu é o meu lugar em breve vou pra lá".
Essa será uma das faixas do disco mais tocadas nas igrejas e rádios do país, e os regentes já podem ficar ligados!
E deveria ser a próxima faixa de trabalho do material, ganhando ao menos um lyric vídeo, se não um clipe oficial.


05. Imbatível | Aqueles que fazem parte de assembleias de Deus mais conservadoras que contam com grandes orquestras ou coisas do tipo já sabem que essa faixa será executada por sua congregação brevemente.
Seu conteúdo lírico fala sobre a fidelidade de Deus para com o povo de Israel no deserto durante quatro décadas, onde não deixou lhes faltar nada durante todo o tempo.
Nos trechos finais da canção é incluído um trecho do hino 'O Jordão eu não passarei só', que já foi interpretado por vários outros cantores anteriormente fazendo parte dos repertórios das igrejas.


06. Dependente | A sexta música do álbum traz um estilo mais de adoração comparado as faixas já ouvidas do material até aqui, também deixando um pouco de lado o tema baseado em histórias bíblicas.
Ela fala sobre um desejo de depender exclusivamente de Deus, deixando nossos desejos e defeitos para traz.
Apesar de não ser meu estilo de música favorito, reconheço que muitas pessoas são tocadas por canções como essa, justificando sua presença no disco.


07. Sabedoria | Essa é a segunda faixa do disco baseada inteiramente em uma história bíblica, assim como a faixa título. Sendo baseada em uma história de sabedoria encontrada no livro sagrado.
O general Joabe estava à procura de Seba, inimigo de Davi, que se refugiou em certa cidade que foi cercada e começou a sofrer ataques para que o homem fosse encontrado. Então se pronúncia uma sábia mulher fazendo um trato de paz com Joabe, matando e lhe entregando a cabeça Seba, livrando sua cidade.
A música traz a mensagem de que muitas vezes temos um pecado que é semelhante a Seba, impedindo que Deus faça algo em nossa vida. E nos livrando desse mal, ficamos livres para o seu operar.
"O Seba na vida do crente é algo que ele nem percebe, mas todo Seba fugitivo Jeovà persegue. E o crente paga alto preço sem saber porque. E as vezes fica à beira da morte sem compreender".
A faixa é cheia de mudanças durante o seu decorrer, mas tudo se encaixou perfeitamente, mérito ao produtor.
Bom ver canções baseadas em texto pouco conhecidos da bíblia.


08. Meu País | Mesmo sendo uma faixa regravada e já conhecida por muitos por ser interpretada principalmente pela cantora Lauriete, não poderia ter melhor momento para mais pessoas ouvirem essa música, mediante aos momentos que estamos passando no Brasil.
A música é desejo de que as coisas melhorem na nossa nação, fato que só acontecerá ao deixarmos de lado a violência, corrupção e desigualdade.
"Mas eu sei que é impossível o homem ter paz sem deixar Deus reinar. É preciso procurar a luz, se abraçar com o Cristo da cruz, é preciso colocar no peito o amor de Jesus".
A faixa é bem diferente de sua versão anterior, mas as notas respectivamente do hino nacional brasileiro permaneceram na introdução da canção, assim como em outros trechos da mesma.
A composição é de Samuel Santos Sama, da dupla Daniel e Samuel.
"Meu país eu queria te ver sem maldade e sem violência!".


09. A Caminho do Lar | Outra música sobre o esperado momento da igreja ir para o céu, mas dessa vez com uma letra mais leve que a segunda faixa presente no disco.
É perfeita para as igrejas com orquestras, se parecendo bastante com músicas presentes na harpa cristã, por isso vai agradar aos mais antigos que ouvirem a canção, e quem gosta se um som mais clássico.


10. A Oração | Essa é mais uma composição do Jonathan Paes, sendo uma das melhores canções que levam seu nome na escrita, chamando minha atenção desde que um trecho do refrão da faixa chegou nas redes sociais.
A música fala sobre a importância da oração em nossa vida, sendo um fato que pode mudar todo o percurso da nossa história, destacando também a persistência.
"Se quer milagre ora, queres cura ora, quer resposta ora, providência ora. Queres ser usado? O segredo é oração, é vida no altar, vida de comunhão".
Acredito que será uma das músicas do disco que irá se espalhar pelos círculos de oração e demais conjuntos por todo o país.
Quem quiser ouvir ao menos essa faixa do trabalho, clique aqui. Vale a pena!


11. Aos Cuidados de Deus | Todo ano em que seus álbuns são lançados a cantora escolhe algumas canções do mesmo para cantar durante o congresso de mulheres de sua igreja, e posteriormente o vídeo da apresentação vai para a internet recebendo grande destaque. Essa música foi a escolhida da vez.
A faixa fala sobre o carinho e cuidado que Deus tem ao cuidar da nossa vida, quando nós entregamos totalmente o rumo para Ele.
Uma boa repercussão já tem sido gerada para com a canção, recebendo comentários positivos dos admiradores da cantora.
"Aos cuidados de Deus, aos cuidados de Deus. Entregue estou eu, aos cuidados de Deus".
Fechando o disco com uma música simples, mas com boa letra e melodia.



Eliã Oliveira já provou que não muda seu estilo permanecendo na exata forma na qual conquistou seus admiradores, crescendo assim um público fiel que aguarda com ansiedade todos os seus discos que são lançados.

"Providência" é a cantora do jeito que conhecemos, mas com canções não tão fortes se comparadas com seus trabalhos anteriores, que contavam com a presença de mais músicas sobre histórias da bíblia e uma quantidade maior de canções que poderiam ser aproveitadas para as igrejas.

Esse leva o título de álbum mais singelo dos quatro últimos lançados pela cantora desde seu grande estrondo em todo o Brasil, sendo um reflexo negativo de se lançar um trabalho por ano.



Apesar dos pontos notados acima, o disco apresenta algumas boas canções que devem ser seus próximos sucessos como 'Providência', 'O Arrebatamento', 'Fora do Padrão' e 'A Oração'.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
4 Comentários

4 comentários

Clique aqui para comentários
16 de junho de 2016 19:44 ×

Analise perfeita.. cd lindo ..

Responder
avatar
20 de junho de 2016 23:17 ×

O compositor da Eliã Oliveira é "O Arrebatamento", "Imbatível","A Caminho do Lar" e "Aos Cuidados De Deus".
Outro compositor era o Júnior Mariano, os hinos são "Fora do Padrão" e "Dependente".
E outro era Jair Santos, o hino é "Sabedoria"

O hino é "O Arrebatamento", que diz: "Interrompemos a programação para noticiar que misteriosamente está sumindo muita gente, e o impressionante é que essa gente era crente".

Deus é tremendo!

Responder
avatar
21 de junho de 2016 12:13 ×

Muito obrigado! |o| Vou atualizar pondo os nomes dos compositores em breve!

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }