Mini-Análise: CDs "Perto de Ti", "Tudo Novo" e "Maranata" - Graciele Farias, Lilian Azevedo e Ministério Avivah


Graciele Farias - Perto de Ti

Poucos cantores seguem firmes com seu reconhecimento quando sua carreira nasce de um concurso realizado por uma rádio ou programa de televisão específico, o que é bastante irônico, já que o mesmo teve seu lugar de honra eleito pelo próprio público. 

Pronta para mostrar ao mundo para que veio e conquistar seu lugar na esfera da música gospel, Graciele Farias não ficou apenas na sua música de estréia "Oceanos" e, dando novos ares ao seu ministério, lança este ano seu primeiro extended play pela gravadora MK Music.

Intitulado de "Perto de Ti", o material não pode, necessariamente, ser considerado um álbum comum por ter um número reduzido de faixas, tendo seis canções inéditas e outras seis bônus que são, na verdade, as mesmas músicas anteriores, porém em versão karaokê (playback).

A capa e projeto gráfico da obra trazem o mesmo conceito simples em todas as fotos, e com um título que impossibilita a execução de um projeto mais crítico, no fim, até que ficou bacana.

Produzido por Kleyton Martins, o disco traz um time forte de compositores espalhados pelas faixas presentes no projeto, o que já deveríamos esperar de um álbum com número de faixas reduzido e que devem ser escolhidas a dedo, não é mesmo? 

Vamos falar sobre cada detalhe das melhores músicas do álbum nesta análise um pouco reduzida. Preparados?!


Escolhida como primeira música de trabalho do material nas rádios, a canção que abre o disco se chama "Nas Mãos do Oleiro", e é assinada pelo Pastor Lucas, que ultimamente tem surpreendido bastante com seus composições. 

Seu conteúdo lírico se baseia na parábola do vaso de barro que é reconstituído pelos mãos do oleiro, e mesmo com um tema que já vimos excessivamente em outras canções do gênero, ainda se destaca bastante e já tem sido um sucesso nas plataformas de streaming e rádio. 

Espera-se que com o passar dos meses se torne um grande sucesso nas igrejas de todo o país, merecidamente. 

A faixa que traz a responsabilidade de dar nome ao trabalho, "Perto de Ti", não fica muito atrás da música anterior, sendo mais uma bela canção presente na obra e, arrisco dizer, melhor que a sua antecessora.

Ironicamente, também foi composta pelo Pastor Lucas, trazendo uma mensagem sobre se aproximar da presença de Deus e, conquistar novamente, a intimidade com Ele que outrora foi perdida. 

Duas canções em sequência de quebrantamento e lenta, pode ser um grande erro em um álbum, mas quando ambas são boas, a gente dá um desconto, né?

Pulando para a quarta canção "Regenerado", temos uma música sobre a regeneração que ocorre na vida das pessoas que reconhecem Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, sendo uma composição de Marcos Rodrigues e, que também, tem seu lugar ao sol entre as faixas de destaque do material. 

Fechando o álbum, temos uma composição de um dos cantores de maior destaque deste ano nas igrejas e rádios do país, Denilo Marçal, que assina a canção "Faz de Novo", sendo esta mais uma grande promessa de faixa para ter reconhecimento principalmente nos ministérios de louvor das igrejas do país. 

É uma bela música que, como o título faz deduzir, fala sobre Deus fazer novamente grandes obras no meio da sua igreja, um clamor que todos nós devemos ter em nosso coração.


Infelizmente, o álbum acaba e nos deixa com vontade de ouvir mais canções, sendo este um dos pontos predominantemente negativo de um extended play. O bom é que mais da metade do disco é de músicas que realmente valem a pena serem ouvidas do início ao fim, tendo essa obra que acabamos de analisar como exemplo. 

Não fugir para temas diferentes de quebrantamento e de se reconciliar com Deus, trouxe um trabalho bastante coeso e, que deixa a promessa de que, ainda, ouviremos falar bastante sobre a cantora Graciele Farias... Pode apostar!


Lilian Azevedo - Tudo Novo

Lilian Azevedo vem preparando o terreno para sua carreira solo na música gospel há bastante tempo, onde já integrou o grupo Rhemajireh no final dos anos noventa, mais tarde fez parte do grupo Voices ao substituir uma de suas integrantes e, até nos dias atuais, faz dupla com seu marido Marquinhos Menezes com quem tem alguns álbuns lançados. 

Fazendo parte da safra de novos contratados da gravadora MK Music, empresa na qual é conhecida por ser fonoaudióloga de vários artistas, a cantora lançou nas últimas semanas ao mercado o álbum "Tudo Novo". 

As onze faixas do material foram produzidas por Paulo César Baruk, um dos mais conceituados do gênero, e já estava pronto antes de assinar com a gravadora para a distribuição do produto. 

Trazendo a participação especial de Eyshila, Marquinhos Menezes e Sophia Menezes, seu estilo predominante é de canções de adoração e congregacional, um estilo os é necessário fazer algo de extrema qualidade para se destacar entre todos.

Vamos falar sobre as canções que se destacam no material? 


Abrindo relativamente bem, temos "Lindo És Meu Senhor" que traz os arranjos inconfundíveis do produtor Baruk e uma letra bem bacana que frisa sobre o Deus tão grande em amor no qual servimos e suas infinitas qualidades. Talvez você não goste dessa música de cara, mas depois você vai percebendo o quando ela é boa. 

A música de trabalho, "Deus Faz Tudo Novo", tem seus altos e baixos até chegar no final da canção. Passando pelos pontos negativos com a repetição desnecessária dos "yeh, yeh", e os pontos altos como um refrão muito muito bom que, apesar de repetitivo, causou muito bem que a participação indispensável do vocal e a produção que cresce junto com a canção. Escolha aceitável para abrir as divulgações do material nas rádios.

A presença de canções animadas em discos especificamente desse estilo musical é bastante frequente, e nesse repertório vemos três delas; "Dele, Por Ele", "Filho de Deus" (regravação do Paulo Baruk), e a grande surpresa para os admiradores do ministério da cantora Fernanda Brum, "Tua Gloria", grande sucesso nas igrejas na década de noventa. 

A versão da canção ficou plausível e se tornou uma boa opção para quem gosta de interpretar a canção nos cultos de sua igreja, e mesmo sendo regravação, roubou a cena perante as outras duas de celebração do álbum.

Em sua primeira aparição em um álbum de estúdio desde o episódio que assolou sua vida, Eyshila faz uma participação especial no disco em uma canção de adoração que não seria a mesma sem sua presença. A voz de ambas ao se juntarem se tornou algo muito bom aos ouvidos, só somando para a canção "Te Dou a Honra" tão simplista em letra e produção se tornar um destaque do álbum. 

Fechando o álbum com a participação de seu marido na faixa "Cada Restaurada", quem sabe sobre o caso de quase separação de ambos há um tempo atrás sabe que a faixa se torna bem emocionante, pelo fato do momento de restauração que ambos viveram e põem cantar sobre nessa canção.

Uma boa música canção para se entoar na igreja em cultos de família e afins. 


Em seu primeiro trabalho solo, Lilian trouxe exatamente o que já esperávamos ouvir do estilo que não presenta com frequência novidades, fazendo isso pesar mais para o lado negativo, já que hoje em dia para se destacar no mercado não se pode lançar coisas que já nos cansamos de ouvir. 

Com uma produção que cumpriu muito bem seu papel, algumas canções na obra se destacam enquanto outras não fariam muita falta no repertório do álbum. 

Sinto que esse não será um disco atemporal para sua carreira, e já torço para que nos próximos a mesma invista em algo mais marcante em suas canções.


Ministério Avivah - Maranata (Ao Vivo)

O grande poder que apenas uma canção extremamente bem escrita e cantada tem, pode ser refletido no sucesso meteórico do Ministério Avivah. 

A dita cuja canção dá nome ao novo disco que foi lançado pela gravadora MK Music sob grande expectativa por parte do público para ouvir o material que traz nove canções escritas pelos próprios integrantes da Igreja Batista Palavra Viva, em Florianópolis, Santa Catarina; fazem parte atualmente do Ministério: Fernanda Madaloni, Gustavo Tenfen, Jhonny Anderson, Eliezer Becker, Gabriel Farias e Christian Severo.

"Maranata" traz, ainda, canções internacionais que receberam uma nova roupagem e letras versionadas para o português, justamente de artistas que influenciaram no som do ministério, como Hillsong, Jesus Culture e Kari Jobe. Sendo todas as treze canções produzidas por Hananiel Eduardo.

Poucas coisas podem ser ditas sobre o encarte do material desenvolvido por Andrey Teófilo, pois, podemos perceber, o mesmo conceito que a maioria dos trabalhos ao vivo de ministérios trazem de fotos captadas durante a gravação e, no caso deste, as fotografias ficam por conta de Alexandre Freitas. As fontes usadas e algumas fotos que não eram necessariamente da gravação do material trouxeram algo diferente que deixou o projeto gráfico bem bacana. 

Vamos falar sobre as melhores canções presentes no material. Preparados?!


Assim como em outros álbuns de ministérios que trazem o estilo worship, temos nas duas primeiras faixas iniciais canções bastantes animadas, exatamente do jeito das que caem rapidamente no gosto dos jovens evangélicos, sendo elas intituladas por "Não Volto Atrás" e "Sou Livre em Teu Amor". 

Duas boas músicas que fazem bem o trabalho de preparar o terreno para as canções congregacionais, que virão em seguida.

Terceira faixa do álbum, "No Céu" fala sobre a ansiedade de chegar o grande dia onde, enfim, poderemos adorar a Deus face a face e, arrisco a dizer, que essa poderia ser facilmente a canção de trabalho nas rádios por ter a estrutura certa para tal função que ficou, na verdade, a cargo da música "Invocamos", que dá sequência ao disco. Canção esta, a qul se tornou um sucesso em visualizações no YouTube logo nas primeiras semanas após ser disponibilizada. 

O disco também traz uma nova roupagem para os sucessos nas igrejas "Canção do Apocalipse" e "Para Sempre", que são versões em português de canções de reconhecimento lá fora. 

Nenhuma delas fugiu muito do que já ouvimos na voz de outros artistas que as interpretaram como Daniela Araújo, Diante do Trono ou Laura Soguellis, mas ainda, sim, possui um papel importante no repertório do álbum. 

"Do Céu Ele Desceu" também deve merece ser citada por ter recebido uma letra versionada bem bacana, falando sobre a vinda de Jesus Cristo à terra com a finalidade de nos salvar em seu sacrifício na cruz. É uma música que cai como luva para bandas e ministérios interpretarem em suas igrejas. 

Primeira vez que o sucesso nacional entra em um álbum físico, "Maranata" recebeu uma versão oficialmente ao vivo e, que traz os mesmos arranjos presentes na faixa que caiu no gosto do público evangélico, gerando um reconhecimento que há bastante tempo não víamos por parte de um ministério. 

Além de ser a canção que trouxe o grupo até o que vivenciam nos dias atuais, ela, ainda, intitula o material no qual estamos analisando e, com certeza, se tornou já um clássico entre nós. 

O álbum se encerra com uma canção em inglês chamada "Be Praised"e, foi uma idéia interessante, já que o som de artistas internacionais foi o que mais inspirou musicalmente para a conclusão dessa trabalho. 


O Ministério Avivah trouxe em seu novo álbum o que nos dias de hoje nós esperamos ouvir em um álbum de canções de adoração, que tem como objetivo atingir e ter suas canções incluídas nas igrejas, por isso as regravações presentes na obra são perdoadas e têm suas respectivas presenças compreendidas. 

As faixas compostas pelos próprios integrantes do grupo também merecem destaque, como "No Céu", "Invocamos" e, claro, "Maranata". 

Sem dúvidas, um trabalho que nos deixa com expectativa para acompanhar a caminhada do ministério no cenário da música cristã.

Por Herick Marques Diener
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
0 Comentários
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }