Fernanda Brum conta seu testemunho de gravidez após vários abortos espontâneos


A cantora Fernanda Brum esteve no programa Domingo Legal, transmitido pelo SBT, no último domingo dia 02 de outubro, para testemunhar a superação da dificuldade que a impedia de levar a gestação até o final, resultando em quatro abortos espontâneos.

Declarando que o fato fez com que a sua fé fosse provada, mas que pós anos de tentativa concebeu seu primeiro filho Isaque, e mais tarde, com algumas complicações no inicio da gravidez, a pequena Laura. 

“Não sei quantos aqui sabem, mas eu perdi quatro crianças. Eu fiquei grávida seis vezes. Me senti exatamente como uma mãe que perdeu um filho, sabendo até que é muito pior para quem já se tem um filho nascido”, contou. “Mas um dia, um pastor amigo meu, Livingston falou assim: ‘Fernanda, você não é mãe de dois filhos. Você é mãe de seis crianças. Se elas vieram para a sua barriga, elas são suas’. Aquilo me consolou e as crianças que eu tinha perdido de aborto espontâneo entraram para a história da minha vida como crianças que um dia, na eternidade eu vou conhecer. Aqui na Terra, Deus me deu de criar Isaque e Laura”, acrescentou.

Em seu testemunho para milhares de pessoas que assistiam tudo em rede nacional, a cantora falou que chegou a temer a morte. “Eu tinha um medo contínuo da morte. Toda gestação, eu ficava ouvindo o som do coração da criança. Eu comprava aqueles aparelhinhos para ficar ouvindo os batimentos cardíacos. […] Eu fiquei com medo da morte e a gente não queria tentar de novo. Eu me lembro que comecei a crer novamente. Meu marido foi esse suporte para mim. […] Ele aparentava menos, mas também estava bem abalado”, relembrou

Revertendo a situação, a cantora deu á luz ao primogênito do casal Isaque, mesmo com índices de perda da criança no inicio da gestação “Quando eu engravidei do Isaque, já era a minha terceira tentativa e quando fui fazer a ultrassom, deu aquele resultado: ‘ovo morto retido’. Não tinha batimentos cardíacos e voltei para casa com a médica me dizendo: ‘vai tirar [esse bebê], porque você pode ter uma hemorragia, pode começar a sangrar e não é bom para você’. Eu e meu marido fomos orar e a palavra foi: ‘Persevera! Persevera!’”, afirmou. 

Confira o testemunho completo:


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
0 Comentários
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }