Header Ads

Saiba como tocar as músicas da sua banda no Spotify, iTunes, etc.


(1ª parte)

Por Beto Byron

Segundo o IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica), no ano de 2015, pela primeira vez a música por streaming ultrapassou as vendas de cds físicos no mercado fonográfico mundial gerando US$15 bilhões em faturamento. As vendas aumentaram em 3,2% devido ao enorme aumento de assinaturas nos serviços de streaming. Foi a primeira vez que esse fato foi observado desde 1998. Foi também a primeira vez em que a música online com 45% das vendas, superou as vendas dos cds físicos que ficaram com apenas 39%.

Pra bom entendedor isso significa que as mídias físicas estão com os seus dias contados.

Então significa que podemos dar adeus aos futuros lançamentos daqueles cdzinhos que você costumava colecionar!

Com isso tudo, o mercado fonográfico mudou. As gravadoras mudaram, a forma de se recolher direitos autorais e editoriais também teve que se adaptar a nova era da música online, e principalmente a forma de se divulgar os artistas!

Curiosamente o mercado de música gospel do Brasil ainda é um dos que mais fabrica mídia física no mundo. Mas mesmo assim vem ingressando mais e mais não somente nos players de música streaming, mas também utilizando-se cada vez mais do dos players de vídeo como Youtube, Vimeo, etc. para promover seus artistas e produtos. Uma nova tendência das gravadoras são os vídeos promocionais “live sessions” onde supostamente tudo é feito ao-vivo. Mas na prática nem sempre é isso que acontece.

As rádios que eram a MECA do estrelato de qualquer artista durante décadas, ou seja, se o artista não tocasse no rádio, estava fora do mercado, agora também pouco a pouco vão perdendo seu espaço e seu poder de fogo para o novo universo digital que se fortalece a cada dia. A nova realidade é que a música passou a ser encontrada de forma legal pela internet, e quem não se adaptar rapidamente a esse novo e gigantesco mercado, será em bem pouco tempo, carta fora do baralho.

Com essa mudança toda e todas essas novidades surgiu uma grande dúvida na galera que tem seus trabalhos solo, ou que tem projetos de lançar um trabalho com suas bandas.

E aí a galera que quer entrar no mercado musical ficou com as seguintes dúvidas:

1 - Consigo subir minhas músicas direto pros players de música streaming como Spotify, Deezer e iTunes?

R: Não. Por uma série de questões que envolvem distribuição, direitos autorais e etc., não é possível subir seu repertório diretamente pros players online.

2 -  Então como eu faço pra tocar minhas músicas no iTunes, Deezer, Spotify, Youtube, etc.?

R: Você irá precisar distribuir suas músicas ou por um selo ou gravadora, ou diretamente com sites como CDBaby, OneRpm, etc. Mas o final desse artigo você lê na próxima semana COM EXCLUSIVIDADE, aqui mesmo no News Gospel!

Não perca a parte 2 desse artigo que explicará as vantagens e desvantagens de se distribuir através dos selos e gravadoras, ou diretamente por um dos serviços citados acima!

Fonte consultada: IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica)

Sobre o autor: Beto Byron começou sua carreira profissional 1992 como Cantor, compositor e multi-instrumentista e tem 2 cds gravados, sendo um pela BMG Ariola, e outro pela Line Records. Como produtor multimídia, em 2001 tornou-se o primeiro profissional certificado em Video e sound STREAMING do Brasil pela Real Networks, criadora do player (Rdio). Foi evangelista tecnológico oficial da Macromedia, e precursor das produções multimídia no país, influenciando toda uma geração de profissionais. Deu aula nas faculdades da Cidade, no Instituto Infnet e na ESPM RJ, no curso de portfólio que não é dado por professores, mas sim pelos melhores profissionais do país em suas respectivas áreas. Atualmente, é diretor de projetos multimídia no campo de E-learning, desenvolvedor de produtos digitais e CEO da ATNA Editora Musical, em parceria com a Universal Music. Ele também é membro votante da Latin Grammy Academy.

Nenhum comentário