O emocionante testemunho de cura do Pr. Jonatham Pimentel



O pastor e cantor Jonathan Pimentel tem viajado por vários países ao redor do mundo levando a palavra de Deus através de seus diversos DVDs de pregações, comemorando, ainda, as vendas expressivas de seus materiais por onde tem passado.

Quem o vê hoje viajando por todo o território nacional e, também, pelo mundo, não imagina que o mesmo quase teve sua vida interrompida por um momento delicado que passou junto de sua família e amigos.

Morando em Sorocaba, Deus lhe ordenou em uma de suas orações para que deixasse o país e fosse diretamente à Argentina, pois lá o Senhor tinha uma grande obra para com ele. Porém, após alguns dias hospedado em um hotel, seus recursos para se manter no país se esgotaram rapidamente após a sua chegada e ele se viu do lado de fora do hotel com suas malas sem ter onde passar a noite. "Eu peguei minha Bíblia e entrei em desespero. Me sentei no chão, comecei a falar com Deus e, particularmente, quando estou sendo provado eu preciso cantar. Sentado ali, eu comecei a louvar a música 'Esse Adorador' da minha amiga Shirley Carvalhaes. Foi quando Deus me disse para que eu entrasse nas minhas redes sociais".

Obedecendo ao que o Senhor tinha lhe mandado fazer, mesmo sem entender por ser tarde da noite, o cantor entrou em sua conta no Facebook, até que inesperadamente um pastor e amigo lhe enviou uma mensagem perguntando sobre sua viagem missionária para a Argentina, revelando que uma igreja no local precisaria de sua experiência e ajuda como um socorro espiritual, enviando seu contato para o pastor da tal congregação.

Rapidamente, o pastor ligou para ele convidando-o para participar por três dias de uma campanha que ocorreria em sua igreja, desligando o telefone após receber a sua confirmação.

Ao fim da chamada, ele se viu sentado no mesmo local em meio ao frio, pensando onde passaria sua noite e o que comeria ao amanhecer; até que em poucos minutos, seu telefone toca novamente com o mesmo pastor dizendo que mudou os planos e, que ele o acolheria em sua casa para passar o tempo que Deus determinasse. "Eu entrei em um êxtase espiritual muito grande. Eu chorei, glorifiquei a Deus. Aí que eu continuei cantando mais ainda enquanto glorificava", completou.

Visitando a igreja do pastor no dia seguinte, esperou por uma igreja grande em espaço e em número de membros; ele encontrou, sim, um grande templo, porém com apenas meia dúzias de pessoas, entre elas, um menino em uma cadeira de rodas com o pescoço caído sobre os ombros sem nenhuma coordenação motora. Convidado para cantar durante o culto, no meio de sua participação ele ouviu de Deus que deveria pôr suas mãos na garganta do menino, pois Ele tinha um chamado para o jovem, ordenando, ainda, que levantasse daquela cadeira. "Eu me emociono ao lembrar. Eu peguei nas mãos dele com muito medo, pensando por um momento que poderia não acontecer o milagre. E eu falei ao menino: - Levanta e anda! E ele começou a dar os primeiros passos". 




Várias pessoas se converteram durante os primeiros dias que ele esteve presente naquela congregação e, mesmo em meio a tantas maravilhas que o Senhor operou através de sua vida, em certo momento ele ouviu o diabo sussurrar em seu ouvido que ele não esperava pelo que iria acontecer na vida dele quando desembarcasse no Brasil.

Ainda em seus últimos dias na Argentina, ele começou a sofrer com uma longa tosse que se intensificou com sua chegada ao país de origem. Se consultando com mais de sete médicos em locais diversos, todos lhe disseram que ele estava com rinite alérgica por usar frequentemente sua voz. Com o grande agravamento de seu quadro nos dias seguintes, recebeu dessa vez o diagnóstico de que estava acometido por uma pneumonia, apesar da divergência dos sintomas.

Na casa de seus pais em Sumaré, Jonathan recebeu uma ligação de sua amiga e cantora Shirley Carvalhaes, dizendo que precisava vê-lo com urgência em um evento que ocorreria em Campinas. Após dificuldades para chegar ao local, ele sentou no meio da multidão esperando e atendendo o pedido da cantora, até que no meio de sua apresentação ela se direcionou a ele. "Ela me chamou para o altar e disse: 'Meu filho, o que você vai passar amanhã você não vai entender nada, mas lá na frente você vai entender o motivo do processo. Porque onde eu quero te levar e onde eu quero te colocar você vai passar por um processo".

Voltando para a sua casa, durante a madrugada, seus pais receberam a ligação de sua vó dizendo que em meio às suas orações, Deus lhe disse que era para eles levarem o filho ao hospital, pois ele estava com meningite e, se não fossem naquela hora, poderiam perder a vida do menino.


Quatro dias em coma, Jonathan chegou a pesar cerca de 35 quilos em cima de uma maca hospitalar com o lado esquerdo de seu corpo deformado devido ao inchaço causado pela doença. Desenganado pelos médicos, os responsáveis pelo menino na unidade foram atrás de sua mãe falar para ela preparar o funeral de seu filho e, assinar nos próximos dias, o laudo oficial de sua morte, pois o jovem não retornaria do coma e passaria sua vida vegetando. Mas ninguém pode tomar à frente dos planos que Deus tem para a vida de cada um de seus escolhidos, e uma surpresa estava reservada para todos que acompanharam o seu quadro.


"Minha mãe foi para casa fazer os preparativos para o funeral e deixou um pastor e uma amiga minha na UTI comigo. Ele pegou o violão, chegou perto do meu ouvido e começou a cantar: 'Ele vai além da medicina quando Ele estende a sua mão, quando já não tem saída, quando a morte vence a vida, Ele ainda tem a solução'. Naquela hora Deus me trouxe de volta do coma, os meus olhos se abriram, os médicos entraram correndo e ligaram para minha mãe", relembra o pastor emocionado com seu testemunho.

Mesmo após o milagre de sair do coma, ele ainda teve que lidar com a perda de parte das cordas vocais, assim como da visão e audição e, também, uma porcentagem de sua memória; para o choque de sua família e ainda com o desconhecimento de sua parte, perderia o movimento de suas pernas.

"Eu chamei minha mãe e falei com ela que queria tomar banho no banheiro (após vários dias fazendo suas necessidades e ações cotidianas no leito), ela não concordou e em certo momento vi que virou o rosto para o lado e começou a chorar. Até que após muita insistência, ela chamou a enfermeira para a ajudar a me levantar e fingir que eu estava andando. Primeiro, segundo, terceiro, quarto passo, no quinto passo eu senti um tranco na minha coluna e eu comecei a andar, Deus começou a me restaurar, a fazer um grande milagre", declarou sobre mais um dos milagres realizados em sua vida.

Contrariando a previsão dos médicos de que ele ficaria mais de sete meses naquele hospital, ficou por cerca de apenas dez dias; Jonathan começou a recordar aos poucos as memórias que viveu em sua vida antes do processo que passou e, com o decorrer dos meses, começou a viajar a vários lugares para contar o testemunho que Deus fez através de sua vida, para servir de força e impulso para a fé de muitas pessoas e salvar várias vidas para o Reino.


"Deus está fazendo essa obra e, assim como Ele fez na minha vida, Ele pode fazer na vida de cada leitor. Assim como Ele tem me restaurado, Ele pode devolver a vida de alguém que está no hospital agora, de alguém que está no leito agora, Deus pode. Eu não duvido, não consigo duvidar, eu não posso duvidar. Eu só tenho a agradecer a Deus acima de tudo, que me fez lembrar a passagem do endemoninhado de Gadara, na qual Ele se questionou sobre o que o inimigo tanto queria naquele jovem, que investiu tão alto em sua vida. E o Senhor também investiu, foi atrás e o resgatou. Então, se eu estou aqui hoje em vida, é porque ainda existe, de fato, uma grande obra a ser feita, somando através desse testemunho".

contatos e convites •
telefone: (19) 999507694 
whatsapp: (19) 983122135
www. jonathampimentel.com
facebook: /cantorjonathampimentel



O cantor prepara o lançamento de uma coletânea 
de vinte DVDs de pregação e um livro autobiográfico sobre seu forte testemunho. Ambos os materiais terão sua parte gráfica desenvolvida 
pela agência de design Mateus Araújo.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
0 Comentários
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }