Candomblecistas vandalizam prédio do Ministério Flordelis



Na última terça-feira, 21de fevereiro, um grupo de 50 membros do candomblé realizaram atos de vandalismo no local que será a filial do Ministério Flordelis em Niterói (RJ). 

Os banners de divulgação que ficam em frente ao templo foram rasgados, e no dia 22 realizaram rituais colocando 24 vasilhas de barro com oferendas, prática semelhante a "despachos". 

Anderson do Carmo, esposo da cantora Flordelis e presidente do Ministério Cidade do Fogo, demonstrou indignação: “Intolerantes religiosos somos nós, evangélicos? Fui lá para ver de perto, porque não acreditei que pudessem fazer isso, porque penso ‘cada um no seu quadrado’, comentou em uma publicação no Facebook.


Carmo ressaltou que a ação do grupo tinha o propósito de afrontar, pois colocou “um despacho com nove galinhas, farofa e velas em frente à porta de entrada da igreja”, e acrescentou: “Pensei que era intolerância, agora está virando perseguição”.

Em resposta, o Pr. Anderson disse o seguinte: “Tenho uma mensagem para essas pessoas: quando o templo for inaugurado, as portas da igreja estarão abertas para receber cada um de vocês, no amor de Cristo. Nada vai parar a marcha da igreja”, demonstrando não ter interesse em manter confronto.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Comentários
0 Comentários
Obrigado pelo seu comentário
var pres = document.getElementsByTagName("pre"); for (var i = 0; i < pres.length; i++) { pres[i].addEventListener("dblclick", function () { var selection = getSelection(); var range = document.createRange(); range.selectNodeContents(this); selection.removeAllRanges(); selection.addRange(range); }, false); }