Header Ads

10 músicas de sucesso que seriam gravadas por outros cantores


A igreja vem - Damares / Anderson Freire 

Pouco depois de lançar a música "A igreja vem" como faixa de trabalho de seu segundo disco "Raridade" e explodir nas rádios e conjuntos das igrejas do país, o cantor Anderson Freire revelou que a faixa foi enviada originalmente para a cantora Damares que estava selecionando o repertório para o álbum "O maior troféu".

Segunda a cantora, o e-mail com a composição nem aberto foi, mas ela acabou ficando com outras canções do autor como "A dracma e o seu dono" e "Alto preço".

Fidelidade - Eyshila / Danielle Cristina 

Outra música composta por Anderson Freire, "Fidelidade" botou o nome da cantora Danielle Cristina de novo no topo das rádios e é interpretada até os dias de hoje em muitas congregações espalhadas pelo país, mas ela não foi a primeira intérprete em vista para gravar a faixa. 

A música teria sido enviada primeiramente para a cantora Eyshila gravar em seu disco "Nada pode calar um adorador" de 2009, mas acabou passando a faixa para sua amiga Danielle, e gravou apenas o mesmo trecho da música onde é recitado o Salmos 91 na canção "Nada temerei". 

Espírito Santo - Eyshila / Voices / Fernanda Brum 

A cantora e compositora Eyshila escreveu a faixa "Espírito Santo" após uma experiência pessoal com uma de suas intercessoras, mas já tinha fechado o repertório de seu disco "Na casa de Deus" gravado ao vivo e lançado futuramente em 2003 quando finalizou a faixa. 

Mostrando a canção durante a seleção de repertório para o disco "Aliança" do Grupo Voices, a cantora Fernanda Brum entrou na sala e caiu de joelhos ao ouvir a música, se identificando com a emocionante letra após sofrer mais um de seus quatros abortos espontâneos. 

Imediatamente Eyshila autorizou sua amiga a gravar a faixa em seu disco "Quebrantado coração", onde em poucos meses a faixa se tornou um sucesso em todo o país. 

Ressuscita-me - Cassiane / Aline Barros 

O compositor Anderson Freire revelou recentemente em sua participação no programa Raul Gil que a música "Ressuscita-me" foi envida primeiramente para a cantora Cassiane, ao invés de sua intérprete original Aline Barros.

Acredita-se que, segundo as palavras do próprio cantor, a música teria sido enviada entre os anos de 2006/2007 para Cassiane, período em que a cantora conheceu Anderson e começou a enviar suas músicas para vários cantores afim de espalhar seu nome no meio evangélico. 

A música foi gravada no ano de 2011 por Aline em seu álbum "Extraordinário Amor de Deus", sendo a principal causa das mais de 600 mil cópias vendidas do material.



Eu cuido de ti - Ariely Bonatti / Canção e Louvor 

Um dos casos mais polêmicos e conhecidos do público foi a mudança de intérprete para a faixa "Eu cuido de ti", sucesso nos últimos meses na música gospel. 

Originalmente entregue para a seleção de repertório do recente disco "Na casa tem vida" de Ariely Bonatti, a demora para a confirmação da música na tracklist da obra fez com que seus compositores, a dupla Canção e louvor, voltassem atrás e gravassem a faixa em seu mais recente EP que leva como título a própria faixa. 

Ariely decidiu tempos depois gravar a música, mas a dupla negou a autorização e o caso se fez público meses seguintes com a exposição do ocorrido. 

Terremoto santo - Cassiane / Elaine de Jesus 

Várias teorias cercam um dos maiores sucessos da música pentecostal dos últimos tempos, a faixa "Terremoto santo".

Segundo alguns, a música composta por Elizeu Gomes teria sido selecionada para o repertório do disco "A Cura" da cantora Cassiane mas, devido a forte amizade da cantora Elaine de Jesus com o compositor, a canção acabou sendo passada para a intérprete que preparava ao mesmo tempo o álbum "Pérola". 

A música acabou ficando com Elaine e se tornou uma das faixas de maior repercussão de seu ministério. 



Aviva - Kleber Lucas / Marina de Oliveira 

Um dos maiores sucessos da cantora Marina de Oliveira quase não foi gravada pela própria. 

A música "Aviva" seria originalmente integrante do repertório do disco "Aos pés da cruz" do cantor Kleber Lucas, mas o mesmo decidiu passar a faixa para a sua amiga Marina, a qual estava produzindo o seu próximo álbum. 

Gravando a canção em seu disco e tornando ainda título da obra, a faixa se tornou bem sucedida nas rádios e igrejas. 

Esse Adorador - Rozeane Ribeiro / Shirley Carvalhaes 

No ano de 2011 a cantora Shirley Carvalhaes anunciou o lançamento de seu disco "A espera de um milagre" comunicando que o material traria uma composição da cantora Rozeane Ribeiro, mas quando a obra chegou nas lojas do país, nenhuma faixa composta pela autora estava no repertório. Posteriormente, Shirley saiu da gravadora Art Gospel migrando pra a Sony Music antes mesmo do lançamento de seu último álbum por lá, e anunciou a preparação de um novo material. 

Poucos meses depois a música "Esse adorador" trazendo Rozeane Ribeiro na composição foi lançada como single do material e se tornou um sucesso nas igrejas de todo o país. 

Mais tarde Rozeane revelou que tirou a música de seu repertório (disco "Rastro de unção" seguindo as datas) e passou para Shirley, mas acabou regravando a música também em seu disco "Gratidão" lançado nesse ano.

Eu quero ir pra lá - Cassiane / Jozyanne 

Voltar a produzir com o maestro Jairinho Manhães fez com que a cantora Jozyanne recebesse algumas composições do repertório que Cassiane estava preparando pra si própria na época. 

"Eu quero ir pra lá" e "Santidade" compostas por Anderson Freire foram algumas delas, sendo a última um dueto com a própria Cassiane. 

As duas faixas repercutiram bastante nas igrejas e alavancaram o nome de Jozyanne na música pentecostal. 

A Glória é Tua - Ariely Bonatti / Elaine de Jesus / Damares 

A música "A Glória é Tua" é sem dúvidas uma das faixas mais elogiaras do novo álbum da cantora Damares intitulado como "Obra prima", mas a canção não seria gravada pela cantora inicialmente.

Composta pelo cantor Leandro Borges, a música foi entregue originalmente para o repertório da cantora Ariely Bonatti, mas a demora para aceitar a faixa resultou na não inclusão da mesma no disco "Na casa tem vida". 

Mais tarde ela foi enviada novamente, dessa vez para a cantora Elaine de Jesus, mas por causa de Yvelise de Oliveira, presidente de sua então gravadora, não ficou com a canção. 

Enviando por fim para Damares, a cantora ficou imediatamente com a faixa e gravou.




Nenhum comentário