Header Ads

Há 17 anos Diante do Trono lançava o aglomerado de sucessos "Águas purificadoras"


Nesse mês de setembro se comemora os 17 anos de lançamento do álbum responsável pela consagração do ministério Diante do Trono em todo o país, o CD “Águas purificadoras”.

Vindo de uma estreia de grande sucesso em território nacional com seus dois álbuns anteriores graças à músicas como “Aclame ao Senhor”, “Te agradeço” e “A Ele a glória”, o ministério percebeu a explosão maior ainda que estaria chegando nos anos seguintes, e na gravação do disco sucessor resolveu gravar pela primeira vez fora da Igreja Batista da Lagoinha.

Diferente dos CDs “Diante do Trono” e “Exaltado”, foi decidido que na gravação do “Águas purificadoras”, realizada em 15 de Julho de 2000, as fronteiras seriam expandidas e se escolheria um lugar maior, para que mais pessoas pudessem acompanhar. Assim sendo, foi escolhido o Parque Bolívar de Andrade ou Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, Minas Gerais.


A previsão que se fazia era de que aproximadamente 20 mil pessoas prestigiariam a gravação, mas o número real foi triplicado para mais de 70 mil no dia. Um grande palco foi montado, onde ficaram coral, músicos, cantores e dançarinos, diferentemente dos dois últimos álbuns, onde músicos, cantores e dançarinos ficavam em plataformas diferentes

Todas as músicas sendo de autoria de Ana Paula Valadão, com o passar dos meses após o disco ser enviado para as lojas do país, múltiplas canções começaram a fazer sucesso.

“O Cheiro das Águas” e “Águas Purificadoras” se tornaram músicas obrigatórias nos ministérios de louvor espalhados pelas igrejas do país, sendo executadas até os dias atuais. “Ao cheiro das águas brotará. Como planta nova florescerá. Seus ramos se renovarão. Não cessarão os seus frutos. E viverá!”, quem que viveu essa época não lembra desse refrão e não cantou exaustivamente na sua igreja?



Começando a ser quebrado o tabu de ministérios de dança nas congregações, “Tempo de Festa” era a escolhida por boa parte dos integrantes para se dançar durante os cultos. Já a faixa de número 4 "A Vitória da Cruz" ganhou várias peças e jograis com sua melodia animada e letra abordando liricamente sobre a ressurreição de Jesus três dias após sua morte na cruz. 

O material apresenta ainda outras músicas de repercussão como "Quando Deus Escolhe Alguém", "O Espírito e a Noiva Dizem: Vem" e "O Bálsamo de Gileade".




Por seu grande sucesso, a faixa-título “Águas purificadoras” foi regravada posteriormente para o álbum comemorativo “Tempo de festa”, além de estar presente também no álbum “Tu reinas” (sendo essa versão traduzida para o alemão), e integrar a faixa "Medley DT" do DVD e CD bônus de “Sol da justiça”.


As vendas álbum ultrapassaram um milhão de exemplares se tornando o primeiro de quatro discos do ministério a atingirem a incrível marca.

O álbum é considero como o melhor da discografia do ministério, assim como um dos melhores da história da música gospel brasileira, graças as suas músicas inesquecíveis. 


Nenhum comentário