Álbuns que completam 10 anos de lançamento em 2018

Damares - Apocalipse 


A música pentecostal mudou por completo após o lançamento do álbum “Apocalipse”, sexto disco inédito da cantora Damares.

Ainda, uma humilde cantora do Paraná quando o disco chegou às lojas do país, músicas como “Sabor de mel”, “A batalha do arcanjo” e “Milagre” explodiram nas rádios e igrejas do país tornando o nome de Damares um dos maiores da música gospel.

Muita gente começou a imitar os estilos de canções sobre exaltação humana e fenômenos da natureza em seus CDs, só por causa da repercussão das canções deste CD.

Estima-se que cerca de 700 mil cópias do álbum foram vendidas em todo o país.

Fernanda Brum - Cura-me 


Depois de tratar sobre o tema missões, escasso na música gospel até então, a cantora Fernanda Brum apresentou um álbum que falava, em grande parte de suas canções, acerca da cura emocional e física. 

“Cura-me” foi um grande risco para uma cantora que vinha com uma discografia impecável e, mesmo assim, não deixou a peteca cair.

Músicas como “Coração que sangra”, “Alguém”, “Não é tarde”, a polêmica “Aborto não”, e, claro, a faixa título, influenciaram absurdamente nas mais de 200 mil cópias vendidas do álbum e, ainda, em sua primeira de três indicações ao Grammy Latino. 

Do encarte até a produção e ás letras, o disco “Cura-me” foi um grande marco na música gospel brasileira.

André Valadão - Sobrenatural 


O cantor André Valadão obteve grande destaque com seus discos “Milagre” e “Alegria”, por isso era grande a expectativa para que seu álbum sucessor fosse tão bom quanto aos anteriores. 

O CD “Sobrenatural” carrega um dos maiores sucessos da carreira do cantor e compositor: a canção “Pela fé”, a qual, apesar de só ter repercutido em todo o país no ano seguinte, por ter sido regravada ao vivo, teve o videoclipe original da faixa premiado no Troféu Talento.

O disco chegou a ser indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum Cristão em Língua Portuguesa, mas perdeu. 


Lázaro - Testemunho e Louvor 



Não tem como falar desse ano e não citar o cantor e compositor Irmão Lázaro. O álbum “Testemunho e louvor” foi um verdadeiro sucesso em todo o país.

Era difícil entrar numa casa de pessoas evangélicas (ás vezes, até não cristãs) e não encontrar um exemplar da versão em DVD do disco, graças ao sucesso das músicas “Eu te amo tanto”, “Meu mestre”, “Morar no céu”, “Deus vai fazer” e, claro, “Eu sou de Jesus”. 

Elaine de Jesus - Transparência 



A cantora Elaine de Jesus se consagrou como uma dos maiores nomes da música pentecostal, graças ao sucesso dos CDs “Pérola”, “Até o fim” e “Muito especial”, mas seus fãs tiveram que se acostumar com a investida de uma faceta pop no disco “Transparência”. 

As músicas de sucesso “Dono do milagre”, “Cristão” e “Jesus voltará” ficaram intercaladas entre canções bastante agitadas, algo que não agradou muitos de seus admiradores.

Ainda assim, o disco vendeu mais de 100 mil cópias se tornando seu sétimo CD a alcançar a marca. 


Regis Danese - Compromisso 



O cantor Regis Danese experimentou o fenômeno de ter sua música sendo cantada pelos quatro cantos do país, ultrapassando a barreira do gospel e indo até as casas seculares.

“Faz um milagre em mim” foi a música de gatilho para que o álbum “Compromisso” se tornasse um sucesso de vendas ultrapassando mais de 1 milhão de cópias vendidas em rápido tempo.

O cantor também participou de inúmeros programas de TV, sempre interpretando a música chiclete que lhe proporcionou o estrondoso sucesso nacional.

Fernanda Brum e Eyshila - Amigas 



Enquanto o grupo Voices se despedia aos poucos do público, as cantoras Fernanda e Eyshila iniciavam a série “Amigas”, primeiro CD em conjunto do duo. 

Superando todas as expectativas, o álbum se tornou um sucesso entre o público, revelando canções lembradas até hoje, como a faixa “Impossível de esquecer”, hino oficial de muitos textinhos de homenagens entre amigos nas redes sociais.

125 mil cópias comercializadas garantiram ao material um Disco de Platina, não restando dúvida nenhuma de que a série deu muito certo.

Aline Barros - Aline Barros & Cia 2


A cantora Aline Barros conseguiu realizar algo inédito na música gospel ao fazer um disco infantil se tornar um grande sucesso nas rádios e igrejas de todo o país em 2005, quando lançou o primeiro volume da série “Aline Barros & Cia”, CD que ganhou Grammy Latino.

Logo, a segunda edição do projeto se tornou muito aguardada por toda a criançada e, também, pelos adultos (não adianta negar, rs). Afinal, não teve como ouvir “Dança do pinguim” ou “Pula pula” sem mexer ao menos o pé, né? 

O segundo álbum trouxe novos sucessos como “Dança do Quaquito”, “Criança de Jesus” e “O Mestre mandou”, e sua versão em DVD bateu recorde de vendas, sendo bem comercializado até nos dias de hoje.

Lauriete - Fé 

Para a alegria dos fãs da cantora Lauriete, a intérprete de inesquecíveis sucessos como “Deus dos deuses” e “Dias de Elias” resolveu lançar nada mais nada menos que um álbum por ano. 

“Fé” foi o segundo na linha sucessória de álbuns anuais que durou até 2014. Seu último álbum produzido por Jairinho Manhães, trazendo sucessos como “Sonhei”, “José” e “O primeiro da fornalha”. 

Curiosamente se tornou seu primeiro álbum a não chegar rapidamente na marca de 100 mil cópias vendidas, influenciado pelo fato da cantora ter lançado um CD e DVD ao vivo no mesmo ano, o que, provavelmente, atrapalhou as vendas.


Mariana Valadão - Mariana Valadão 



2008 foi o ano de estreia da cantora Mariana Valadão, até então uma das solistas do ministério de louvor Diante do Trono, irmã de Ana Paula e André Valadão. 

Seu primeiro álbum autointitulado se tornou um grande sucesso em várias rádios e igrejas, graças a músicas como “Eu escolho te louvar”, “Hosana”, “Seja tudo em mim” e “Tão lindo”, todas sendo versões de canções internacionais.

Nos anos seguintes, a intérprete se tornou uma das maiores cantoras da música gospel, sendo bem seguida nas redes sociais e bastante pesquisada em sites de letras, como o Vagalume.

Shirley Carvalhaes - Não pare de adorar 



A cantora Shirley Carvalhaes vinha de uma ótima sequência de álbuns como “Há uma saída” e “Página virada”, quando decidiu ficar dois anos sem gravar CD's, até que retornou no ano de 2008.

“Não pare de adorar” foi extremamente bem procurado nas lojas de todo o país em sua primeira semana, já que a cantora sempre foi referência para os conjuntos de muitas igrejas. 

Graças a músicas como “Ai de mim”, “Do anonimato a vencedor” e “Ele veio”, o álbum se tornou um grande sucesso, chegando a receber um Disco de Platina no programa do Raul Gil por 125 mil cópias vendidas. 

Diante do Trono - A canção do amor 



Em Setembro de 2008 o Diante do Trono lançou seu décimo primeiro álbum inédito intitulado “A canção do amor”.

Todas as músicas foram escritas pela líder Ana Paula Valadão; o disco acabou sendo um dos poucos álbuns do ministério sem um gigantesco hit nas igrejas de todo o país, algo que foi recuperado mais tarde com as inesquecíveis “Me ama” e “Canção do Apocalipse”.

Nenhum comentário