Bruno Chosen anuncia seu novo single "Palavras e lágrimas" para as próximas semanas


O cantor e compositor Bruno Chosen lançará nas próximas semanas o seu novo single que será disponibilizado nas principais plataformas de streaming e compra de música.

Intitulada como “Palavras e lágrimas”, a música apresenta produção de André Simões (que já tocou para nomes como Elaine de Jesus) e Douglas Bruno, ambos acompanhados de perto pelo próprio cantor que sugeriu vários detalhes durante o processo de construção da faixa.

Escrita há alguns anos como uma oração, a canção promete falar com milhares de pessoas através de sua emocionante mensagem. “Sabe quando você está vivendo um momento em que tem consciência de que está em débito com Deus? Você pede perdão, volta a cometer os mesmos atos, e você sabe que precisa falar com Deus, pedir perdão. E busca o Espírito Santo para expressar o que a gente não consegue, o que só as lágrimas conseguem falar”, declarou o intérprete sobre a música.


A canção será incluída futuramente em um extended play lançado exclusivamente nas plataformas digitais, como Spotify, Deezer e Tidal, sendo esse o primeiro de quatro singles inéditos que abrirão as divulgações do novo material do cantor. 

Bruno reside em São Paulo e já rodou várias igrejas do estado em sua infância, quando lançou seu primeiro álbum dedicado ao público pentecostal. Atualmente, prepara seu retorno á  música com um novo estilo, já tendo lançado a canção “Sou como notas a tocar”, ouvida por quase 100 mil pessoas em todo o Brasil e o mundo.

A nova canção chegará aos ouvidos do público nas primeiras semanas de Fevereiro e ganhará um videoclipe oficial.

“O meu grande desejo é que a música ajude as pessoas que não sabem como chegar até Deus, que se sentem tão indignas, como aquele filho pródigo que se sentia tão mal a ponto de pedir ao seu pai para não o considerar mais como filho. Pessoas que se sentem tão poluídas que nem podem mais falar com Deus, mas podem sim e, se achar que não consegue, saiba que o Espírito Santo pode interpretar os seus gemidos inexprimíveis”, finalizou.



Nenhum comentário