As revelações de Ana Paula Valadão sobre os 20 anos do Diante do Trono



Nos dias 29 a 31 de março aconteceu mais um Congresso DT na Igreja Batista da Lagoinha (BH), o tema "Tempos e Estações" foi escolhido em comemoração aos 20 anos do Ministério de Louvor Diante do Trono, liderado por Ana Paula Valadão.

O evento foi marcado por varias revelações, sendo a primeira delas onde a própria Ana Paula não queria comemorar os 20 anos do ministério, foi a sua amiga Helena Tannure, que a fez mudar de ideia afirmando que a Ana não poderia enterrar a história do grupo, pois estava enterrando sua própria história. Helena fez parte do ministério por 15 anos.

Em sua trajetória o DT já vendeu mais de 15.000,000 de discos, sendo o Preciso de Ti (DT04) o álbum mais vendido (+2.000.000). Além de realizar grandes ajuntamentos nas gravações, em destaque: Nos Braços do Pai (DT05) com 1.200,000 pessoas; Quero Me Apaixonar (DT06) com 2.000,000 de pessoas e o Esperança (DT07) com 1.200,000 pessoas. Anos depois as vendas dos outros projetos foram caindo e o número de público nas gravações também diminuiu, a própria Ana atribui as quedas de número aos temas tratados nos projetos, assim como Deus queria tratar o coração da equipe.

A respeito da sua liderança, Ana Paula disse que poderia ter sido uma líder melhor, que falhou varias vezes, em algumas situações deu preferência para oportunidades do que para pessoas, mas que hoje se arrepende e que não deseja chegar ao fim de seu ministério sendo lembrada por canções marcantes, grandes vendagens ou multidões, mas ser lembrada pelo o amor.

Uma das marcas que fez parte do DT foi a orquestra que abrilhantava as canções, sendo substituída por metais desde o Sol da Justiça (DT14), o que causou descontentamento por boa parte do público que acompanhava o ministério, chegando a ser alvo de criticas por se pensa que tratava-se de estratégia meramente comercial. Durante o Congresso, Sérgio Gomes que foi líder da orquestra e toda sua equipe foram homenageados pela Ana, que com lágrimas revelou sentir muita falta desse tempo e que a saída da orquestra deixou-lhe feridas que ainda não foram totalmente curadas.

Outro ponto alto durante o congresso de 20 anos, foram as declarações da Pastora Ezenete, líder de intercessão do DT e amiga da Ana Paula muito antes da existência do grupo. Ezenete contou algumas das dificuldades e batalhas que tiveram as gravações, foram lutas e muitas lágrimas mas que foram vencidas através da intercessão por meio do agir sobrenatural de Deus, experiências que marcaram sua vida e a daqueles que faziam parte dessa missão de orar pela produção de cada projeto.

No fim do congresso Ana Paula revelou um trauma que carregava durante alguns anos, de não conseguir assistir nenhum DVD do Diante do Trono, pelo fato de conter lembranças que lhe trazem uma enorme saudade. Mas com ajuda de Deus tem vencido essas barreiras e passou então a gravar vídeos onde compartilha como foi gerado cada projeto (o processo de composição das músicas, dificuldades e curiosidades) que você pode conferir no canal DT no YouTube.

2 comentários:

  1. Muito bonito o fato da Ana Paula ter sido sincera e ter exposto suas dificuldades, as quais enfrentou por esses 20 anos.

    ResponderExcluir